22/06/2022 Moradores da comunidade Favelinha do Amor começam a participar do programa Moeda Verde

 
Local é o 22º núcleo da cidade a ser beneficiado com as trocas de recicláveis por alimentos
 
Santo André, 21 de junho de 2022 – De nome peculiar e instalada entre os bairros Jardim Santa Cristina e Jardim Teles de Menezes, a Favelinha do Amor é a 22ª comunidade a abrir as portas para o programa Moeda Verde. As trocas tiveram início nesta terça-feira (21) e contaram com a presença do prefeito Paulo Serra e do superintendente do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), Gilvan Junior.
 
“O Moeda Verde já levou para a casa das pessoas mais de 140 toneladas de alimentos por toda a cidade. Agora os moradores da Favela do Amor vão ter acesso a este programa. Mais de 670 toneladas de lixo foram retiradas das ruas, deixando as comunidades mais limpas e trazendo mais saúde, qualidade de vida e a cidade mais bonita”, comenta o prefeito Paulo Serra.
 
Na comunidade, residem cerca de mil andreenses que, a partir de agora, poderão trocar latas de alumínio, garrafas plásticas, vidro, papelão e eletroeletrônicos quebrados por frutas, legumes e hortaliças. O ponto de troca será próximo à Escola Estadual Júlio Pignatari, na Rua da Pátria, e as ações ocorrerão quinzenalmente, às terças-feiras, das 15h às 16h.
 
“Nós temos muito orgulho de participar de um programa tão importante. O Moeda Verde é um programa completo, que além de dar um destino correto aos resíduos, também traz comida na mesa das pessoas. Os materiais coletados ainda proporcionam emprego e renda para mais de 100 pessoas que trabalham nas cooperativas de reciclagem”, explica o superintendente do Semasa, Gilvan Junior.
 
Isabel Daniela dos Santos, que reside há 20 anos na comunidade, comemorou a chegada do Moeda Verde. “Acho uma novidade muito boa, um benefício para nós. Estamos muito felizes de poder participar. O que eu trocar hoje vou levar para a minha família e para o vizinho”, diz.
 
O Programa Moeda Verde é realizado pela Prefeitura de Santo André, por meio do Fundo Social de Solidariedade e do Banco de Alimentos, e pelo Semasa. Durante a primeira troca desta terça, os participantes entregaram 150 quilos de resíduos recicláveis e puderam levar pra casa batata doce, cenoura, manga, mexerica e ainda uma hortaliça de brinde, como acelga, repolho e catalônia.
 
“O importante da chegada de um projeto como este é que aqui na comunidade temos muitas mães que já pegam reciclável, só que elas vendem por um preço muito baixo. Trocando pelo alimento, vai ajudar muito a complementar as refeições dessas famílias, já que algumas passam por muita necessidade”, complementa a líder da Pastoral da Criança do Jardim Santa Cristina e moradora do bairro, Regiane de Oliveira dos Santos, que também estava presente na primeira ação.
 
 
Ainda neste ano, a iniciativa também chegará ao núcleo Toledana, no Jardim Santo André, e a expectativa é que até 2024 o programa esteja presente em 30 comunidades carentes. O Moeda Verde teve início em 2017 e trabalha ideais de sustentabilidade que estão de acordo com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. No ano passado, a ação, que beneficia quase 100 mil pessoas de forma direta e indireta, recebeu o segundo lugar no Prêmio RAPS de Sustentabilidade.
ImprimirGerar PDFEnvie para um amigo

NOTÍCIAS

Santo André recebe drive-thru para descarte de eletroeletrônicos, pilhas, baterias e lâmpadas

27/02/2024: Santo André recebe drive-thru para descarte de eletroeletrônicos, pilhas, baterias e lâmpadas

Ação do Semasa, que chega à quarta edição, será realizada nos dias 1º e 2 de março, no Paço Municipal Santo André, 27 de fevereiro de 2024 – Para estimular o descarte correto de resíduos eletroeletrônicos, pilhas, baterias e lâmpadas fluorescentes, o Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), em parceria com a Green Eletron e a Reciclus, realiza a quarta edição do Drive-thru Sustentável na sexta-feira (1º) e no sábado (2), das 9h às 16h. Ao...

Semasa flagra crime ambiental em área do Parque do Pedroso

24/02/2024: Semasa flagra crime ambiental em área do Parque do Pedroso

Autarquia monitorava denúncia de descarte irregular e movimentação de terra; ação contou com apoio da GCM Vídeo: https://we.tl/t-fqXoWC0rjG   Santo André, 24 de fevereiro de 2024 – Uma área verde pertencente ao Parque Natural Municipal do Pedroso, no Recreio da Borda do Campo, em Santo André, foi alvo de crime ambiental de descarte irregular de resíduos de construção civil, movimentação de terra, aterro de vale e supressão de vegetação, além da perturbação e danos à fauna silvestre.   O local...

Portal de educação ambiental do Semasa ultrapassa fronteiras e tem acesso em 16 países

15/02/2024: Portal de educação ambiental do Semasa ultrapassa fronteiras e tem acesso em 16 países

Hendu foi criado em 2020 para sensibilizar o público infantil sobre as questões ambientais e estimular o contato com a natureza Santo André, 15 de fevereiro de 2024 – O portal Hendu, espaço de educação e sensibilização ambiental do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), ganhou notoriedade nacional e internacional. A plataforma já é acessada em 14 estados brasileiros, além do Distrito Federal, e em 16 países. Lançado em 5 de junho de 2021 para que...

Santo André vence prêmio Cidades Educadoras com projeto de educação ambiental do Semasa

09/02/2024: Santo André vence prêmio Cidades Educadoras com projeto de educação ambiental do Semasa

Trabalho andreense foi reconhecido junto a iniciativas do México e de Portugal Santo André, 8 de fevereiro de 2024 – Sensibilização ambiental, participação e respeito pelo planeta. Estes e outros atributos estão presentes no projeto Água, Câmera e Ação, iniciativa realizada pela Gerência de Educação Ambiental do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) e que acaba de ser premiada como uma das três melhores no Prêmio Internacional Cidades Educadoras 2024. O trabalho concorreu com outras 66...