Locais acumulavam infrações e registravam reclamações frequentes da população

Santo André, 5 de abril de 2024 – O Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), por meio da equipe de Fiscalização Ambiental, interditou dois estabelecimentos comerciais em Utinga por problemas recorrentes de excesso de ruído. Os locais foram lacrados com a colocação de barreiras de concreto (new jersey). A ação contou com apoio da Guarda Civil Municipal, por meio da Romu (Rondas Ostensivas Municipais).

O primeiro, localizado na Rua Bárbara Heliodora, trata-se de uma casa noturna que promovia eventos ao longo da madrugada e havia sido advertido e autuado. As infrações chegam a mais de R$ 5 mil.

O segundo estabelecimento, localizado na Travessa da Paz, era um bar que realizava eventos com som amplificado durante a noite. O proprietário já tinha sido advertido e autuado pelo Semasa, além de ter tido equipamentos apreendidos no ano passado. As multas ultrapassam R$ 11 mil e, além da nova apreensão dos equipamentos, o local foi interditado e suas atividades suspensas.

Para proceder com a desinterdição, os responsáveis deverão pagar as multas, assinar Termo de Compromisso e não realizar mais eventos ou emitir som que ultrapasse o permitido em lei. Em março, o Semasa interditou outros quatro comércios por excesso de barulho nos bairros Jardim do Estádio, Capuava, Vila Luzita e Vila Guarani.

Em caso de reclamações de ruído proveniente de bares, restaurantes, comércios, adegas, tabacarias, igrejas, escolas de samba e obras, o munícipe de Santo André pode registrar reclamação, de forma sigilosa, pelo site do Semasa (www.semasa.sp.gov.br/servicos-ao-usuario/) – 24 horas por dia, sete dias por semana – ou pelo telefone de atendimento 0800-4848115 ou 4433-9300 (de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h).

Fiscalização Ambiental

Locais acumulavam infrações e registravam reclamações frequentes da população Santo André, 5 de abril de 2024 – O Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), por meio da equipe de Fiscalização Ambiental, interditou dois estabelecimentos comerciais em Utinga por problemas recorrentes de excesso de ruído. Os locais foram lacrados com a colocação de barreiras de concreto (new jersey). A ação contou com apoio da Guarda Civil Municipal, por meio da Romu (Rondas Ostensivas Municipais). O primeiro, localizado na Rua Bárbara Heliodora, trata-se de uma casa noturna que promovia eventos ao longo da madrugada e havia sido advertido e autuado. As infrações chegam a mais de R$ 5 mil. O segundo estabelecimento, localizado na Travessa da Paz, era um bar que realizava eventos com som amplificado durante a noite. O proprietário já tinha sido advertido e autuado pelo Semasa, além de ter tido equipamentos apreendidos no ano passado. As multas ultrapassam R$ 11 mil e, além da nova apreensão dos equipamentos, o local foi interditado e suas atividades suspensas. Para proceder com a desinterdição, os responsáveis deverão pagar as multas, assinar Termo de Compromisso e não realizar mais eventos ou emitir som que ultrapasse o permitido em lei....

Leia mais

Moradores foram autuados; disposição ilegal de materiais tem sido frequente na calçada da Estação de Coleta Erechim, que está fechada temporariamente para reformas Santo André, 22 de março de 2024 – O Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) autuou moradores por descarte irregular de materiais na manhã desta sexta-feira (22), no Parque Erasmo Assunção. Os resíduos foram colocados na calçada da Estação de Coleta Erechim, que está fechada temporariamente para passar por obras de reforma. Desde que o ecoponto, localizado na Rua Erechim, foi fechado provisoriamente, o local se tornou cenário de frequente disposição ilegal de resíduos e entulho por parte da população. Por isso, o Semasa tem realizado rondas e operações frequentes para barrar esse tipo de crime ambiental. O flagrante foi feito pelos agentes da Fiscalização Ambiental da autarquia, que identificaram a placa do veículo utilizado pelos infratores – dois indivíduos do sexo masculino, que descarregaram diversos sacos de entulho no passeio. Os responsáveis vão receber multa (auto de infração ambiental) no valor de 200 FMPs (Fator Monetário Padrão – equivalente a R$ 1.060,32). As intervenções na Estação de Coleta Erechim tiveram início no começo de março e vão durar 45 dias. Desde então,...

Leia mais

Locais descumpriram a legislação vigente e já haviam sido autuados pela fiscalização ambiental Santo André, 22 de março de 2023 – Dando continuidade às ações para garantir o sossego público e o combate à poluição sonora, o Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) realizou a interdição de dois bares nesta sexta-feira (22) por infrações relacionadas à emissão de ruído excessivo. Ambos os locais promoviam eventos com música ao vivo, especialmente no período noturno, e apresentavam recorrência de reclamações por parte da população do entorno. O primeiro estabelecimento, localizado na Avenida São Bernardo, 433 (Vila Luzita), foi advertido e as multas (autos de infração ambiental) somam quase R$ 4 mil. O segundo local, situado junto à Avenida Valentim Magalhães, 929 (Vila Guarani), também já havia sido advertido e multado em cerca de R$ 10 mil. Para proceder com a desinterdição, os proprietários deverão pagar as multas, assinar Termo de Compromisso e não realizar mais eventos ou emitir som que ultrapassem o permitido em lei. No início deste mês, o Semasa interditou outros dois comércios por excesso de barulho, um no Jardim do Estádio e outro em Capuava. Em caso de reclamações de ruído proveniente de bares, restaurantes,...

Leia mais

Inspeções semanais integram o Programa de Qualidade do Ar e dados são de janeiro até 15 de março Santo André, 21 de março de 2024 – Combater a poluição atmosférica com o foco em garantir mais qualidade de vida e saúde à população é o objetivo do ProAr (Programa de Qualidade do Ar), conduzido pela Fiscalização Ambiental do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) e que de janeiro à primeira quinzena de março deste ano já atuou 156 veículos pesados, movidos a diesel, por emissão de poluentes acima dos parâmetros permitidos por lei. As ações semanais foram retomadas no final do ano passado, intensificadas a partir de janeiro deste ano e ocorrem com apoio da Guarda Civil Municipal, Polícia Ambiental e Polícia Militar nos principais corredores de tráfego do município. Até o momento, foram realizadas 24 operações, com 426 veículos vistoriados. Destes, 156 – equivalente a 36% – foram reprovados e autuados pelos agentes da autarquia. Cada infração tem o valor de 500 FMPs (Fator Monetário Padrão) e, além da multa, o condutor é orientado a realizar a manutenção do veículo, sob o risco de ser autuado novamente em outra blitz. Os agentes do Semasa utilizam...

Leia mais

Autarquia monitorava denúncia de descarte irregular e movimentação de terra; ação contou com apoio da GCM Vídeo: https://we.tl/t-fqXoWC0rjG   Santo André, 24 de fevereiro de 2024 – Uma área verde pertencente ao Parque Natural Municipal do Pedroso, no Recreio da Borda do Campo, em Santo André, foi alvo de crime ambiental de descarte irregular de resíduos de construção civil, movimentação de terra, aterro de vale e supressão de vegetação, além da perturbação e danos à fauna silvestre.   O local fica no limite com o município de Mauá e estava sendo monitorado pelo Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André). A equipe de Fiscalização Ambiental da autarquia realizou operação nesta sexta-feira (23) que culminou no flagrante da irregularidade.   A ação, que contou com apoio da Guarda Civil Municipal, por meio da Romu (Rondas Ostensivas Municipais), abordou os condutores de cinco caminhões que trabalhavam na área e todos foram conduzidos à delegacia.    A investigação do Semasa utilizou um drone, o que permitiu ter a dimensão exata da intervenção que estava sendo realizada pelos infratores. Além disso, a equipe de Fiscalização Ambiental identificou que a vegetação existente foi suprimida, mas as quantidades ainda serão calculadas.   Todos os...

Leia mais

Empresa é reincidente nesse crime ambiental e operava ilegalmente, sem Licença Ambiental emitida pela Cetesb Vídeo: https://we.tl/t-DmQY4D25ab   Santo André, 19 de janeiro de 2024 – Um comércio de sucata localizado na Rua Dolores Duran, no Parque Novo Oratório, em Santo André, no limite com a zona leste de São Paulo, foi interditado nesta sexta-feira (19) por lançamento de esgoto doméstico no Córrego Guaixaya.    O local já havido sido multado pelo Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) em junho de 2023, pelo mesmo crime. À época, recebeu punição de R$ 10.603. Pela reincidência, o valor da multa foi dobrado, chegando a R$ 21.206.    Além do descarte irregular de esgoto, o comércio acumula outras infrações. O estabelecimento, que fica em Área de Preservação Permanente (APP), foi construído desrespeitando a distância mínima estabelecida pelo Código Florestal para córregos abertos. O local fica a menos de 30 e 50 metros das margens dos córregos Guaixaya e Oratório, respectivamente.   Outra infração cometida pelo comércio de sucata são a de operar sem as Licenças Ambiental Prévia, de Instalação e de Operação, emitidas pela Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) para a atividade de recuperação de materiais...

Leia mais