14/12/2018 Moeda Verde supera a marca de 50 toneladas de resíduos recicláveis recolhidos

Iniciativa inovadora chegou ao núcleo Jardim Cristiane nesta sexta-feira (14), a sétima comunidade a receber a ação em Santo André

Santo André, 14 de dezembro de 2018 – Completando o ciclo da segunda fase de expansão do Programa Moeda Verde, a Prefeitura, por meio do Núcleo de Inovação Social/Banco de Alimentos, e o Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) promoveram nesta sexta-feira (14) a estreia do programa para os moradores dos núcleos Jardim Cristiane e Gaturama. A partir de agora, mais 3.300 pessoas poderão ser beneficiadas pelas ações do Moeda Verde, que promove a troca de 5 kg de resíduos recicláveis por 1 kg de alimento do tipo hortifrúti – como frutas, legumes e hortaliças.

Na primeira ação do programa no local, os participantes trocaram 516 kg de lixo reciclável por mais de 100 quilos de limão e batata-doce, além de alface, chicória e almeirão. Em pouco mais de um ano, o Moeda Verde recebeu cerca de 50 toneladas de resíduos recicláveis nas sete comunidades onde o programa tem atuação. Esse volume representa mais de  10 toneladas de alimentos distribuídos.

Valdir dos Santos, o primeiro da fila de troca, reside há 42 anos na comunidade e levou 39 quilos de lixo reciclável para trocar. “Estava ansioso pela ação. Trouxe até a minha sobrinha para participar. Estou confiando que o programa vai dar certo aqui na região”, contou animado.

Com a chegada do programa à comunidade, Santo André passa a ter cerca de 35.600 munícipes beneficiados direta e indiretamente, número que representa aproximadamente 35% dos moradores residentes em assentamentos e núcleos habitacionais da cidade.

O prefeito Paulo Serra e a primeira-dama, Ana Carolina Barreto Serra, estiveram presentes na atividade de estreia. “O Moeda Verde é um marco da nossa gestão. O programa gera consciência ambiental e incentiva todos os moradores do núcleo a cuidarem da comunidade, mantendo-a limpa”, comentou o prefeito.

Banco de Alimentos – O material recebido nas trocas do Moeda Verde é encaminhado às cooperativas de reciclagem parceiras da autarquia. O alimento é doado aos moradores pelo Banco de Alimentos, o que incentiva uma alimentação mais saudável nas comunidades.

A primeira-dama agradeceu o trabalho conjunto de todas as áreas da administração envolvidas no sucesso do programa e convidou os munícipes a participarem das próximas trocas. “Este é um trabalho inovador, e é preciso que vocês incentivem a comunidade. Chamem os amigos e os vizinhos para participar do Moeda Verde. Unidos por meio de iniciativas assim, nós contribuímos para a melhoria da cidade”, completou.

O programa possui um hotsite (www.semasa.sp.gov.br/moedaverde) em que é possível acessar as principais informações sobre as ações. Há um canal direto também pelo aplicativo Semasa Mobile. Lá é possível verificar a agenda de trocas, balanço de resíduos recolhidos (por núcleo), fotos entre outras informações. Além disso, os moradores dos núcleos de atuação do Moeda Verde que possuem celular cadastrado junto ao Semasa recebem SMS um dia antes das trocas para incentivar a participação dos munícipes.

Confira as fotos da primeira ação no Jardim Cristiane.

ImprimirGerar PDFEnvie para um amigo

NOTÍCIAS

Portal de educação ambiental do Semasa ultrapassa fronteiras e tem acesso em 16 países

15/02/2024: Portal de educação ambiental do Semasa ultrapassa fronteiras e tem acesso em 16 países

Hendu foi criado em 2020 para sensibilizar o público infantil sobre as questões ambientais e estimular o contato com a natureza Santo André, 15 de fevereiro de 2024 – O portal Hendu, espaço de educação e sensibilização ambiental do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), ganhou notoriedade nacional e internacional. A plataforma já é acessada em 14 estados brasileiros, além do Distrito Federal, e em 16 países. Lançado em 5 de junho de 2021 para que...

Santo André vence prêmio Cidades Educadoras com projeto de educação ambiental do Semasa

09/02/2024: Santo André vence prêmio Cidades Educadoras com projeto de educação ambiental do Semasa

Trabalho andreense foi reconhecido junto a iniciativas do México e de Portugal Santo André, 8 de fevereiro de 2024 – Sensibilização ambiental, participação e respeito pelo planeta. Estes e outros atributos estão presentes no projeto Água, Câmera e Ação, iniciativa realizada pela Gerência de Educação Ambiental do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) e que acaba de ser premiada como uma das três melhores no Prêmio Internacional Cidades Educadoras 2024. O trabalho concorreu com outras 66...

Santo André chega ao número de 30 Estações de Coleta

07/02/2024: Santo André chega ao número de 30 Estações de Coleta

Município se tornou o maior do Brasil em quantidade de ecopontos, proporcionalmente à sua população Vídeo: https://we.tl/t-ByIv8z8on6   Santo André, 7 de fevereiro de 2024 – Um ecoponto para cada 25 mil moradores. É isso o que a cidade de Santo André proporciona à sua população, de 748.919 habitantes. Nesta quarta-feira (7), com a abertura da Estação de Coleta Parque Marajoara, a cidade conquista o seu 30⁰ ecoponto, consagrando-se como o município brasileiro, proporcionalmente ao total de residentes, que...

Prefeito da cidade de João Ramalho conhece programa Moeda Verde

02/02/2024: Prefeito da cidade de João Ramalho conhece programa Moeda Verde

Município do interior de São Paulo já é o segundo deste ano a se interessar pela iniciativa andreense Santo André, 1º de fevereiro de 2024 – O programa Moeda Verde segue conquistando os olhares e as atenções dos gestores públicos do Estado. Nesta quinta-feira (1º), representantes da cidade de João Ramalho estiveram em Santo André para conhecer de perto a iniciativa andreense que troca resíduos recicláveis por alimentos hortifrútis, contribuindo para a limpeza do município, o bem-estar e qualidade...