26/06/2018 Cidade do interior de São Paulo implanta projeto inspirado no Moeda Verde

Em Amparo, programa também espera reduzir volume de resíduos que são aterrados

Santo André, 26 de junho de 2018 – O exemplo do projeto Moeda Verde, implantado em novembro de 2017 em Santo André, já começa a dar frutos em outras cidades. Esta semana, a Prefeitura de Amparo, município do interior paulista com 70 mil habitantes localizado na região de Campinas, iniciou o projeto ViaVerde, programa inspirado na experiência andreense, que troca de resíduos secos por alimentos hortifrúti.

Assim como em Santo André, um dos principais objetivos do ViaVerde é reduzir o volume de resíduos gerados em Amparo que segue para o Aterro Sanitário. “Aqui temos 60 toneladas de lixo por dia. Se conseguirmos reduzir este volume vamos economizar recursos, porque pagamos R$ 170 por tonelada aterrada”, explicou José Scabora, diretor de Infraestrutura e Serviços Públicos de Amparo, área responsável pela gestão dos resíduos.

“O Moeda Verde é um programa inspirador e que deve ser multiplicado em outras cidades do País. A troca de recicláveis por itens de hortifrúti garante alimentos saudáveis, enriquecendo nutricionalmente a cesta básica de muitas famílias. A medida confere ainda dignidade, qualidade de vida e, de quebra, consciência ambiental, a partir da cultura de reaproveitamento de insumos e do combate ao descarte irregular de lixo, problemas que impactam outras áreas da cidade”, afirmou o prefeito Paulo Serra.

Dez toneladas já arrecadadas – Em Santo André, o Moeda Verde já está implantado em três núcleos – Ciganos, Capuava e Ciprestes – e arrecadou até este mês 10 toneladas de resíduos secos. A cada 5kg de material entregue, o morador recebe 1kg de alimento hortifrúti. As trocas acontecem a cada 15 dias. Todo material recebido é encaminhado para as cooperativas de reciclagem, que fazem a separação e a venda, gerando renda para os antigos catadores.

Em Amparo, o ViaVerde começa a atuar em quatro pontos da cidade, atingindo os cinco bairros com maior vulnerabilidade social, e os recicláveis também vão para uma cooperativa de reciclagem. “Seguindo a experiência de Santo André, também fizemos reuniões com os moradores antes da implantação do projeto”, explicou Hilário Piffer Júnior, diretor administrativo do Saae (Serviço Autônomo de Água e Esgoto). Também a cada duas semanas, os moradores podem entregar resíduos e recebem em troca frutas, legumes e verduras.

“Este projeto é maravilhoso. Já separava o reciclável para uma catadora, mas nem tudo era aproveitado. Aqui eles aproveitam tudo”, afirmou a dona de casa Helena Lourenço, primeira moradora de Amparo a realizar a troca na cidade. “Com ele a cidade fica mais limpa e o meio ambiente mais protegido”, disse a técnica em administração Marluci Silveira, que também aderiu ao projeto logo no primeiro dia de troca.

ImprimirGerar PDFEnvie para um amigo

NOTÍCIAS

Moeda Verde concorre a Prêmio de Tecnologia Social da Fundação Banco do Brasil

14/06/2024: Moeda Verde concorre a Prêmio de Tecnologia Social da Fundação Banco do Brasil

Projetos finalistas estão sendo avaliados por meio de votação popular Santo André, 13 de junho de 2024 – O Programa Moeda Verde é finalista em mais um grande prêmio nacional. Depois de vencer as premiações InovaCidade 2024, ser eleito o segundo melhor programa do Brasil com o Prêmio RAPS de Inovação e Sustentabilidade e integrar o pacote de ações de sustentabilidade que garantiu o bicampeonato de Santo André no Prêmio Band Cidades Excelentes, desta vez a iniciativa que une...

Santo André recebe Prêmio Governador Franco Montoro por projeto ambiental de agricultura urbana

05/06/2024: Santo André recebe Prêmio Governador Franco Montoro por projeto ambiental de agricultura urbana

Solenidade em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente reconheceu iniciativas de 19 cidades do Estado Santo André, 5 de junho de 2024 – No Dia Mundial do Meio Ambiente, data celebrada oficialmente nesta quarta-feira (5), Santo André foi premiada pelo Governo do Estado pelo projeto ambiental “Quintal Verde”, desenvolvido pelo Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) com apoio do Núcleo de Inovação Social, e voltado à agricultura urbana, compostagem e educação ambiental. A entrega do...

Santo André é premiada pelo Instituto Trata Brasil por investimento em saneamento básico

28/05/2024: Santo André é premiada pelo Instituto Trata Brasil por investimento em saneamento básico

Município foi destaque na categoria “Investimentos por habitante” Santo André, 27 de maio de 2024 – Santo André é novamente destaque no cenário nacional. Nesta segunda-feira (27), o município foi premiado pelo Instituto Trata Brasil na categoria “Investimentos por habitante”, comprovando o compromisso em atender às metas previstas pelo Plano Nacional de Saneamento Básico (Plansab) e levar qualidade de vida à população. O evento, 8ª edição do Prêmio Casos de Sucesso, ocorreu na sede da Fundação Getúlio Vargas (FGV),...

Comunidades atendidas pelo Moeda Verde recebem representantes de Campinas e Parauapebas

27/05/2024: Comunidades atendidas pelo Moeda Verde recebem representantes de Campinas e Parauapebas

Objetivo da troca de experiências é implementar ações similares nestas cidades Santo André, 24 de maio de 2024 – Mais uma vez, o interesse em expandir ações semelhantes ao programa Moeda Verde, que troca resíduos recicláveis por alimentos hórtifrutis, despertou interesse de outros municípios. Nesta quinta e sexta-feira (23 e 24), Santo André recebeu a visita de dois representantes interessados em implementar ação socioambiental semelhante em suas respectivas cidades. O deputado estadual por Campinas (SP), Rafael Zambaldi, participou da...