11/06/2018 Não há despejo do líquido em córrego

Esclarecimento sobre tratamento de chorume do Aterro Sanitário de Santo André

O Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) esclarece que não há despejo de chorume no córrego Cassaquera, proveniente do Aterro Sanitário Municipal de Santo André.

O Aterro de Santo André possui tratamento regular de todo chorume gerado, aprovado pela Cetesb. O líquido percolado é transportado para tratamento na Attend Ambiental, empresa parceira da Sabesp, em planta localizada no município de Caieiras, por caminhões-pipa.

O aterro também possui 2 lagoas de contenção, onde o efluente é drenado e armazenado enquanto aguarda pelo transporte. Ou seja, o chorume não alcança tubulações de rede.

As análises feitas pelo Semasa e encaminhadas semestralmente à Cetesb (órgão responsável pelo monitoramento interno e externo do Aterro Sanitário) também não constatam a poluição do córrego por chorume.

Lembrando que o Aterro Sanitário de Santo André tem nota 9,4 da Cetesb, uma das melhores do Estado.

Para evitar alagamentos, o córrego passa por manutenção regular, com limpeza, poda e capinação, a cada dois meses, seguindo uma programação já preestabelecida (janeiro, março, maio, julho setembro e novembro). Ano passado e também este ano, o córrego passou por desassoreamento.

O Semasa também tem projeto de canalização de todo o córrego e já pleiteou junto à Corporação Andina de Fomento (CAF) R$ 50 milhões para a obra, no trecho entre as avenidas Giovanni Batista Pirelli e Fernando Costa, incluindo a implantação do viário. A autarquia aguarda análise da instituição de fomento da América Latina.

O combate à poluição também sido sido feito com a implantação de coletores tronco ao longo do Cassaquera, visando a interligação com o interceptor Tamanduateí, da Sabesp, de onde os esgotos seguem para o tratamento. Atualmente 70% do córrego já possui coletores tronco.

ImprimirGerar PDFEnvie para um amigo

NOTÍCIAS

Moeda Verde concorre a Prêmio de Tecnologia Social da Fundação Banco do Brasil

14/06/2024: Moeda Verde concorre a Prêmio de Tecnologia Social da Fundação Banco do Brasil

Projetos finalistas estão sendo avaliados por meio de votação popular Santo André, 13 de junho de 2024 – O Programa Moeda Verde é finalista em mais um grande prêmio nacional. Depois de vencer as premiações InovaCidade 2024, ser eleito o segundo melhor programa do Brasil com o Prêmio RAPS de Inovação e Sustentabilidade e integrar o pacote de ações de sustentabilidade que garantiu o bicampeonato de Santo André no Prêmio Band Cidades Excelentes, desta vez a iniciativa que une...

Santo André recebe Prêmio Governador Franco Montoro por projeto ambiental de agricultura urbana

05/06/2024: Santo André recebe Prêmio Governador Franco Montoro por projeto ambiental de agricultura urbana

Solenidade em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente reconheceu iniciativas de 19 cidades do Estado Santo André, 5 de junho de 2024 – No Dia Mundial do Meio Ambiente, data celebrada oficialmente nesta quarta-feira (5), Santo André foi premiada pelo Governo do Estado pelo projeto ambiental “Quintal Verde”, desenvolvido pelo Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) com apoio do Núcleo de Inovação Social, e voltado à agricultura urbana, compostagem e educação ambiental. A entrega do...

Santo André é premiada pelo Instituto Trata Brasil por investimento em saneamento básico

28/05/2024: Santo André é premiada pelo Instituto Trata Brasil por investimento em saneamento básico

Município foi destaque na categoria “Investimentos por habitante” Santo André, 27 de maio de 2024 – Santo André é novamente destaque no cenário nacional. Nesta segunda-feira (27), o município foi premiado pelo Instituto Trata Brasil na categoria “Investimentos por habitante”, comprovando o compromisso em atender às metas previstas pelo Plano Nacional de Saneamento Básico (Plansab) e levar qualidade de vida à população. O evento, 8ª edição do Prêmio Casos de Sucesso, ocorreu na sede da Fundação Getúlio Vargas (FGV),...

Comunidades atendidas pelo Moeda Verde recebem representantes de Campinas e Parauapebas

27/05/2024: Comunidades atendidas pelo Moeda Verde recebem representantes de Campinas e Parauapebas

Objetivo da troca de experiências é implementar ações similares nestas cidades Santo André, 24 de maio de 2024 – Mais uma vez, o interesse em expandir ações semelhantes ao programa Moeda Verde, que troca resíduos recicláveis por alimentos hórtifrutis, despertou interesse de outros municípios. Nesta quinta e sexta-feira (23 e 24), Santo André recebeu a visita de dois representantes interessados em implementar ação socioambiental semelhante em suas respectivas cidades. O deputado estadual por Campinas (SP), Rafael Zambaldi, participou da...