05/07/2016 Supremo Tribunal Federal acata pedido do Semasa e suspende liminar da Sabesp

Em ação de Obrigação de Fazer, companhia estadual pedia que Santo André reservasse no orçamento valor de R$ 185 milhões para pagá-la, sem respeitar regime constitucional sobre precatórios, cuja ordem deve ocorrer “de maneira planejada e previsível”

Santo André, 4 de julho de 2016 – O Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu a liminar concedida pelo Tribunal de Justiça de São Paulo à Sabesp na ação de Obrigação de Fazer, na qual a companhia estadual exigia que o município de Santo André incluísse o valor de R$ 185 milhões na peça orçamentária anual e reservasse a quantia para efetuar o pagamento, sem cumprir o rito legal para pagamento de precatórios.

Na decisão, proferida pelo ministro Ricardo Lewandowski, fica demonstrado que o pagamento não pode ser feito sem “trânsito em julgado e sem a expedição de precatórios”, devendo ser observado o que determina o regime constitucional sobre precatórios, cuja ordem deve ocorrer “de maneira planejada e previsível” pelo município, sem que haja prejuízo às finanças e serviços públicos.

Na sentença, o ministro ressalta que a decisão não visa manifestar-se sobre o mérito da ação original da Sabesp, mas, sim, decidir de forma a demonstrar que a concessão de uma liminar à Sabesp pela instância judicial do Tribunal de São Paulo interferiu no processo legal e constitucional de pagamento de precatórios, o que tende a provocar lesão aos serviços públicos.

“A lesão provocada por decisões proferidas na fase de execução provisória que, ao desconsiderarem a correta aplicação do regime de execução por precatórios, ante a natureza obrigacional do pedido de empenho, autorizaram, indiretamente o pagamento de grandes quantias de uma só vez e de trato sucessivo, evidenciando-se, assim, o potencial lesivo do seu imediato cumprimento”.

A decisão foi publicada dia 1º de julho e representa uma importante vitória para Santo André frente às tentativas da empresa estadual de intimidar o prefeito ao divulgar recentemente a falsa possibilidade de prisão caso o valor não fosse pago à Sabesp.

“Além de ser fundamental para que não se alije dos bens públicos sua impenhorabilidade, a disciplina normativa dos pagamentos devidos pelo poder público em razão de sentenças judiciais garante isonomia entre os jurisdicionados e racionalidade na realização dos desembolsos, que, dessa forma, ocorrem de maneira planejada e previsível, em harmonia com as disposições relativas ao orçamento e à organização das finanças públicas”, conforme trecho da decisão.

Preço abusivo – O Semasa discute o valor da água no atacado vendida pela Sabesp tanto na esfera judicial como na administrativa, através de pedido ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica, o CADE, órgão do Ministério da Justiça que aceitou investigar a companhia estadual por prática de preço abusivo, o que vem inviabilizando a gestão dos serviços municipais de saneamento, sobretudo na Região Metropolitana de São Paulo.

ImprimirGerar PDFEnvie para um amigo

NOTÍCIAS

Projeto de educação ambiental do Semasa tem vídeos selecionados para o Circuito Tela Verde

16/05/2024: Projeto de educação ambiental do Semasa tem vídeos selecionados para o Circuito Tela Verde

  Ação do Governo Federal está na 13ª edição e produções andreenses foram escolhidas entre iniciativas de todo o país Santo André, 15 de maio de 2024 – De Santo André para todo o Brasil. Três curtas-metragens do projeto Água, Câmera e Ação, realizado pelo Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), foram selecionados para integrar as produções da Mostra Circuito Tela Verde, ação promovida pelo Ministério do Meio Ambiente e Mudança do Clima (MMA) e que...

Santo André tem dois trabalhos selecionados para congresso da Assemae

07/05/2024: Santo André tem dois trabalhos selecionados para congresso da Assemae

  Evento de saneamento ocorre no fim deste mês em Ribeirão Preto Santo André, 7 de maio de 2024 – Multiplicar as boas práticas de gestão pública voltadas ao manejo de resíduos sólidos e à educação ambiental, e compartilhar conhecimento com outras cidades do país são os objetivos das apresentações que os técnicos do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) farão durante o 52º Congresso Nacional da Assemae (Associação Nacional dos Serviços Municipais de Saneamento). O...

Santo André tem a melhor gestão de resíduos da Região Metropolitana de São Paulo

30/04/2024: Santo André tem a melhor gestão de resíduos da Região Metropolitana de São Paulo

Indicadores são da Secretaria Estadual de Infraestrutura e Meio Ambiente Santo André, 30 de abril de 2024 – Destaque em sustentabilidade e políticas públicas ambientais, Santo André tem a melhor gestão de resíduos da Região Metropolitana de São Paulo, de acordo com o relatório anual do Índice de Gestão de Resíduos Sólidos (IGR), divulgado pela Secretaria Estadual de Infraestrutura e Meio Ambiente. Mais uma vez, os serviços realizados pelo Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) foram...

Santo André reabre Estação de Coleta Bom Pastor

29/04/2024: Santo André reabre Estação de Coleta Bom Pastor

Local recebeu nova estrutura para melhorar atendimento aos munícipes e proporcionar mais comodidade aos zeladores Santo André, 29 de abril de 2024 – O Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) reabriu na manhã desta segunda-feira (29) a Estação de Coleta Bom Pastor. Localizada no bairro de mesmo nome, o ecoponto estava em reforma desde o dia 27 de fevereiro. O equipamento público passou por reforma completa com o intuito de melhorar o atendimento aos munícipes e...