22/06/2016 Seminário sobre meio ambiente e mobilidade urbana reúne mais de 160 pessoas em S. André

Com patrocínio da Caixa e Governo Federal, evento do Semasa debateu as questões de mobilidade urbana e saúde ambiental nas grandes cidades

Santo André, 22 de junho de 2016 – O Semasa, com patrocínio da Caixa e Governo Federal, promoveu ontem, 21 de junho, o Seminário “A Cidade Ideal e a Cidade Real: Meio Ambiente e Mobilidade Urbana”. A atividade foi parte das comemorações do Mês do Meio Ambiente de Santo André e teve como objetivo o debate de alternativas que contribuam para a solução dos problemas relacionados à mobilidade urbana e à saúde ambiental nas grandes cidades. Mais de 160 pessoas participaram do evento.

A primeira mesa teve como tema “Ferramentas da política pública e os desafios regionais” e foi composta pela coordenadora de Programas e Projetos do Consórcio Intermunicipal Grande ABC, Sandra Malvese, pela secretária do Núcleo de Planejamento e Gestão do Trânsito de Santo André, Teresa Reis, e o superintendente do Semasa, Sebastião Ney Vaz Júnior., que está sendo elaborado pelo Consórcio para qualificar e integrar os modais de transporte da região. Teresa Reis apresentou em seguida o Programa de Mobilidade Urbana Sustentável de Santo André, que tem como principais objetivos priorizar a circulação do transporte coletivo na cidade, melhorar o sistema viário, permitir a conexão e a continuidade dos corredores, entre outros. Na sequência, Sebastião Ney Vaz Júnior tratou sobre o grande crescimento das cidades, o surgimento de metrópoles e como a questão da mobilidade urbana tornou-se um desafio.

0190

Na segunda mesa do dia, os palestrantes abordaram o tema “Modais alternativos e o reflexo no meio ambiente e saúde: mobilidade limpa e sustentável”. Participaram do debate o pesquisador do Laboratório de Poluição Atmosférica Experimental e do Núcleo de Estudos de Epidemiologia Ambiental da Faculdade de Medicina da USP, Luiz Alberto Amador Pereira, a gerente comercial da Eletra Industrial, Iêda Maria Alves Oliveira, e o professor de Mobilidade Urbana do Curso de Engenharia, Modelagem e Ciências Sociais Aplicadas da Universidade Federal do ABC (UFABC), Humberto Paiva Júnior.

Luiz Alberto Amador Pereira expôs dados sobre os impactos das mudanças climáticas na saúde humana e da relação entre poluição atmosférica e qualidade de vida do ponto de vista fisiopatológico. Iêda Maria Alves Oliveira Oliveira falou sobre os ônibus elétricos e híbridos do ABC – projetos modernos e adaptados à realidade urbana-ambiental. Por último, Humberto Paiva Júnior destacou o conflito entre sustentabilidade e economia, bem como as mudanças necessárias no cenário atual para progredir de maneira sustentável.

Na parte da tarde, a terceira e última mesa do dia debateu “Planejamento: urbano e ambiental – indissociável” e teve a participação de Fernando Felippe Viegas, coordenador de pós-graduação lato-sensu da associação Escola da Cidade, Jeroen Johannenes Klink e Francisco de Assis Comarú, respectivamente, coordenador de mestrado e orientador de mestrado e doutorado do Programa Planejamento e Gestão de Território da UFABC.

0267

Fernando Felippe Viegas apresentou um projeto de revitalização desenvolvido para a região do Parque Dom Pedro II, na cidade de São Paulo. O espaço, que antigamente era, de fato, um parque, perdeu-se para a urbanização acelerada e desconectada da cidade. Felipe deu exemplos de como esses processos, na região metropolitana de São Paulo, nunca priorizaram a questão sustentável, isolando e comprometendo áreas vedes e rios. Jeroen Johannenes Klink discutiu a metrópole, ocupação territorial e as estratégias de desenvolvimento sustentável. Francisco de Assis Comarú falou sobre a desigualdade como vetor de problemas ambientais e urbanos e de como essas questões ameaçam, cada vez mais, a saúde e civilidade humana.

O evento também contou com a participação do artista plástico Guilherme Augusto “Gafi”, convidado pelo Semasa, que finalizou, no saguão do anfiteatro, um painel de sua série Agentes Concretos. Nela, Gafi faz aquarelas a partir de imagens de trabalhadores urbanos (operários, garis, coletores), nas quais os modelos aparecem com suas roupas em movimento, mas dentro delas eles próprios se mantêm invisíveis. A obra é uma crítica ao tratamento que parte da sociedade costuma reservar a esses trabalhadores importantes para a manutenção da cidade e está exposta no corredor de entrada da sede do Semasa.

0077

ImprimirGerar PDFEnvie para um amigo

NOTÍCIAS

Santo André recebe drive-thru para descarte de eletroeletrônicos, pilhas, baterias e lâmpadas

27/02/2024: Santo André recebe drive-thru para descarte de eletroeletrônicos, pilhas, baterias e lâmpadas

Ação do Semasa, que chega à quarta edição, será realizada nos dias 1º e 2 de março, no Paço Municipal Santo André, 27 de fevereiro de 2024 – Para estimular o descarte correto de resíduos eletroeletrônicos, pilhas, baterias e lâmpadas fluorescentes, o Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), em parceria com a Green Eletron e a Reciclus, realiza a quarta edição do Drive-thru Sustentável na sexta-feira (1º) e no sábado (2), das 9h às 16h. Ao...

Semasa flagra crime ambiental em área do Parque do Pedroso

24/02/2024: Semasa flagra crime ambiental em área do Parque do Pedroso

Autarquia monitorava denúncia de descarte irregular e movimentação de terra; ação contou com apoio da GCM Vídeo: https://we.tl/t-fqXoWC0rjG   Santo André, 24 de fevereiro de 2024 – Uma área verde pertencente ao Parque Natural Municipal do Pedroso, no Recreio da Borda do Campo, em Santo André, foi alvo de crime ambiental de descarte irregular de resíduos de construção civil, movimentação de terra, aterro de vale e supressão de vegetação, além da perturbação e danos à fauna silvestre.   O local...

Portal de educação ambiental do Semasa ultrapassa fronteiras e tem acesso em 16 países

15/02/2024: Portal de educação ambiental do Semasa ultrapassa fronteiras e tem acesso em 16 países

Hendu foi criado em 2020 para sensibilizar o público infantil sobre as questões ambientais e estimular o contato com a natureza Santo André, 15 de fevereiro de 2024 – O portal Hendu, espaço de educação e sensibilização ambiental do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), ganhou notoriedade nacional e internacional. A plataforma já é acessada em 14 estados brasileiros, além do Distrito Federal, e em 16 países. Lançado em 5 de junho de 2021 para que...

Santo André vence prêmio Cidades Educadoras com projeto de educação ambiental do Semasa

09/02/2024: Santo André vence prêmio Cidades Educadoras com projeto de educação ambiental do Semasa

Trabalho andreense foi reconhecido junto a iniciativas do México e de Portugal Santo André, 8 de fevereiro de 2024 – Sensibilização ambiental, participação e respeito pelo planeta. Estes e outros atributos estão presentes no projeto Água, Câmera e Ação, iniciativa realizada pela Gerência de Educação Ambiental do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) e que acaba de ser premiada como uma das três melhores no Prêmio Internacional Cidades Educadoras 2024. O trabalho concorreu com outras 66...