14/04/2015 Coleta seletiva andreense vai além do porta a porta

Santo André, 14 de abril de 2015 – A coleta seletiva em Santo André não se resume a separação e descarte correto de resíduos secos e úmidos por parte da população. Além da coleta porta a porta, existem ações específicas, que visam combater o descarte irregular, em andamento.

No caso dos resíduos de construção civil e demolição, por exemplo, foi iniciada na cidade, em 2013, em parceria com o Consórcio Intermunicipal do ABC, a campanha Operação Obra Limpa. A ação tem como objetivo combater o descarte irregular deste tipo de material, que é crime ambiental, por meio da colaboração das empresas de caçamba e apoio dos moradores das sete cidades.

Merece destaque também o posicionamento da cidade em relação à Logística Reversa. Prevista na Política Nacional de Resíduos Sólidos, de 2010, ela consiste em acordos que o governo federal está fazendo como o setor industrial prevendo a restituição ao fabricante dos resíduos descartados após o uso do produto. O objetivo é que esse “lixo” possa ser reaproveitado de uma forma ambientalmente adequada.

Dos acordos previstos federativamente, Santo André já tem ações específicas em andamento quanto ao descarte e destinação corretos de lâmpadas fluorescentes e eletroeletrônicos. Além destes, a cidade também é pioneira no descarte e destinação correto de diversos outros materiais, como pneus, pilhas e baterias, telhas de amianto, óleo de cozinha, madeira e entulho. A população pode encaminhar até 1m³ de resíduos de pequenas construções para as 17 estações de coleta da cidade. O volume equivale a 10 sacos de 100 litros.

Vale lembrar que o descarte irregular de resíduos é crime ambiental passível de multa e detenção. O valor da infração pode chegar a 10.000 FMPs (Fator Monetário Padrão – cerca de R$ 28.173,00). A população pode e deve denunciar o descarte irregular ao Semasa, por meio do número 115, da Central de Atendimento.

Quantidade de produtos entregues nas estações de coleta em 2014:

PNEUS – 732 ton: empresa recebe e recicla material, que vira combustível para a secagem de cimento, no reparo de trincas de asfalto em rodovias e até mesmo para a confecção de tapetes para automóveis.

PILHAS E BATERIAS – 5,5 ton: além das 17 estações, elas podem ser entregues em 53 outros pontos da cidade.

TELHAS DE AMIANTO – 5,5 ton: material pode ser entregue somente nas estações de coleta Antonia e Bom Pastor, onde é encaminhado para um aterro industrial.

LÂMPADAS FLUORESCENTES – 57 mil unidades: vapor de mercúrio é separado dos demais elementos e rejeito segue para aterro de produtos perigosos.

ÓLEO DE COZINHA – 12.650 litros: o produto é recolhido e entregue a parceiro, que o usa na confecção de sabão.

ENTULHO – 60 mil ton: é reciclado no aterro e utilizado na execução de pista para acesso dos caminhões.

MADEIRA – 17 mil ton: uma máquina instalada no aterro tritura os pedaços grandes de madeira e o material é encaminhado para indústria, que o utiliza como fonte de energia.

ELETROELETRÔNICOS: todas as estações de coleta recebem eletroeletrônicos, que são separados na Central de Triagem e comercializados pelas cooperativas.

ImprimirGerar PDFEnvie para um amigo

NOTÍCIAS

Santo André recebe drive-thru para descarte de eletroeletrônicos, pilhas, baterias e lâmpadas

27/02/2024: Santo André recebe drive-thru para descarte de eletroeletrônicos, pilhas, baterias e lâmpadas

Ação do Semasa, que chega à quarta edição, será realizada nos dias 1º e 2 de março, no Paço Municipal Santo André, 27 de fevereiro de 2024 – Para estimular o descarte correto de resíduos eletroeletrônicos, pilhas, baterias e lâmpadas fluorescentes, o Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), em parceria com a Green Eletron e a Reciclus, realiza a quarta edição do Drive-thru Sustentável na sexta-feira (1º) e no sábado (2), das 9h às 16h. Ao...

Semasa flagra crime ambiental em área do Parque do Pedroso

24/02/2024: Semasa flagra crime ambiental em área do Parque do Pedroso

Autarquia monitorava denúncia de descarte irregular e movimentação de terra; ação contou com apoio da GCM Vídeo: https://we.tl/t-fqXoWC0rjG   Santo André, 24 de fevereiro de 2024 – Uma área verde pertencente ao Parque Natural Municipal do Pedroso, no Recreio da Borda do Campo, em Santo André, foi alvo de crime ambiental de descarte irregular de resíduos de construção civil, movimentação de terra, aterro de vale e supressão de vegetação, além da perturbação e danos à fauna silvestre.   O local...

Portal de educação ambiental do Semasa ultrapassa fronteiras e tem acesso em 16 países

15/02/2024: Portal de educação ambiental do Semasa ultrapassa fronteiras e tem acesso em 16 países

Hendu foi criado em 2020 para sensibilizar o público infantil sobre as questões ambientais e estimular o contato com a natureza Santo André, 15 de fevereiro de 2024 – O portal Hendu, espaço de educação e sensibilização ambiental do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), ganhou notoriedade nacional e internacional. A plataforma já é acessada em 14 estados brasileiros, além do Distrito Federal, e em 16 países. Lançado em 5 de junho de 2021 para que...

Santo André vence prêmio Cidades Educadoras com projeto de educação ambiental do Semasa

09/02/2024: Santo André vence prêmio Cidades Educadoras com projeto de educação ambiental do Semasa

Trabalho andreense foi reconhecido junto a iniciativas do México e de Portugal Santo André, 8 de fevereiro de 2024 – Sensibilização ambiental, participação e respeito pelo planeta. Estes e outros atributos estão presentes no projeto Água, Câmera e Ação, iniciativa realizada pela Gerência de Educação Ambiental do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) e que acaba de ser premiada como uma das três melhores no Prêmio Internacional Cidades Educadoras 2024. O trabalho concorreu com outras 66...