27/03/2015 Queda de árvores é a principal preocupação da população de Santo André durante verão

Santo André, 27 de março de 2015 – A ação dos fortes ventos que atingiram a região metropolitana no último verão sobre as árvores da cidade foi a principal preocupação dos moradores de Santo André durante o período. As ventanias fizeram subir em 38% as solicitações pela população de vistorias em árvores, que são realizadas pelo Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), através Defesa Civil.

Entre 1º de dezembro e 22 de março, foram 365 ligações informando problemas com quedas de galhos ou árvores, ou pedindo análise de risco de queda. No verão 2013/2014 foram 264 solicitações do tipo. Além do Semasa, também recebem solicitação de vistoria em árvores o Departamento de Parques e Áreas Verdes e a AES Eletropaulo.

A preocupação com as árvores superou até o número de pedidos de vistorias em edificações, que costuma liderar as solicitações para a Defesa Civil durante o verão. Foram 319 chamados para checagens em edificações, seguidos de 62 para muros. A maior ventania do período foi registrada em 29 de dezembro, quando as rajadas atingiram 97,8 km/h, derrubando várias árvores.

Muita chuva, mas menos enchentes – Apesar de o verão em Santo André ter tido altos índices pluviométricos, bem acima do verificado em anos anteriores (ver tabela abaixo), a cidade não registrou desabrigados ou feridos.

“Em comparação com anos anteriores, a cidade teve melhor desempenho e resiliência diante do grande índice pluviométrico, com menor incidência de deslizamentos, muito em decorrência doPlano Municipal de Redução de Riscos (PMRR)”, explica a diretora de Defesa Civil, Débora Diogo. Com o PMRR, mais de 300 moradias foram retiradas de áreas de risco pela Prefeitura de Santo André.

E ainda, apesar de as chuvas terem sido mais intensas, o número de enchentes e alagamentos foi quase 73% inferior ao do ano passado: 15 contra 55 no período 2013/2014.

Para a Débora, o resultado só reforça a certeza de que as medidas de prevenção adotadas antes e durante o período de verão são o caminho para se evitar os danos das chuvas. No total, foram 46 vistorias preventivas em áreas vulneráveis a danos das chuvas.

Além de toda limpeza preventiva feita antes do início do verão, desde 1º de dezembro até o final de fevereiro o Departamento de Manutenção e Operação do Semasa realizou a limpeza de 18.388 bocas de lobo, capinou 640 mil m² de córregos e retirou 8.221 toneladas de resíduos de córregos, o que colaborou para evitar alagamentos.

Janeiro foi o mês mais chuvoso, com 702mm, contra 367mm de janeiro/2014. No dia 26 de janeiro, a cidade registrou sua ocorrência mais grave relacionada à chuva, com o transbordamento do córrego Guarará e a inundação do Núcleo Maurício de Medeiros. Só neste dia, em uma hora, choveu 87mm.

Assistência humanitária – Durante o período de verão, cerca de 40 pessoas – vítimas de inundação, desabamento ou incêndio – receberam assistência humanitária da Defesa Civil.

Veja as principais ocorrências registradas pela Defesa Civil no verão de 2104/2015 em comparação com 2013/2014.

Ocorrência 2013/2014 2014/2015
Vistoria em árvore 264 365
Vistoria edificação 326 319
Vistoria em muro 37 62
Deslizamento/Escorregamento/

Desbarrancamento/

7 55
Enchente/Inundação/Alagamento 55 15

 

Compare os índices pluviométricos deste verão e dos anteriores.

Índices Pluviométricos em Milímetros
Ano Dezembro Janeiro Fevereiro Março
2015 ———– 702,06 539,7 470 (até dia 22)
2014 603,5 367,2 164,7 270,3
2013 142,8 326,2 433,1 204,3
2012 362,1 317,8 228,2 140,8
2011 388,5 462,2 275,03 207,7
2010 266,3 524,3 304,5 176,6
2009 317,0 271,1 264,7 142,2

 

 

ImprimirGerar PDFEnvie para um amigo

NOTÍCIAS

Semasa flagra crime ambiental em área do Parque do Pedroso

24/02/2024: Semasa flagra crime ambiental em área do Parque do Pedroso

Autarquia monitorava denúncia de descarte irregular e movimentação de terra; ação contou com apoio da GCM Vídeo: https://we.tl/t-fqXoWC0rjG   Santo André, 24 de fevereiro de 2024 – Uma área verde pertencente ao Parque Natural Municipal do Pedroso, no Recreio da Borda do Campo, em Santo André, foi alvo de crime ambiental de descarte irregular de resíduos de construção civil, movimentação de terra, aterro de vale e supressão de vegetação, além da perturbação e danos à fauna silvestre.   O local...

Portal de educação ambiental do Semasa ultrapassa fronteiras e tem acesso em 16 países

15/02/2024: Portal de educação ambiental do Semasa ultrapassa fronteiras e tem acesso em 16 países

Hendu foi criado em 2020 para sensibilizar o público infantil sobre as questões ambientais e estimular o contato com a natureza Santo André, 15 de fevereiro de 2024 – O portal Hendu, espaço de educação e sensibilização ambiental do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), ganhou notoriedade nacional e internacional. A plataforma já é acessada em 14 estados brasileiros, além do Distrito Federal, e em 16 países. Lançado em 5 de junho de 2021 para que...

Santo André vence prêmio Cidades Educadoras com projeto de educação ambiental do Semasa

09/02/2024: Santo André vence prêmio Cidades Educadoras com projeto de educação ambiental do Semasa

Trabalho andreense foi reconhecido junto a iniciativas do México e de Portugal Santo André, 8 de fevereiro de 2024 – Sensibilização ambiental, participação e respeito pelo planeta. Estes e outros atributos estão presentes no projeto Água, Câmera e Ação, iniciativa realizada pela Gerência de Educação Ambiental do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) e que acaba de ser premiada como uma das três melhores no Prêmio Internacional Cidades Educadoras 2024. O trabalho concorreu com outras 66...

Santo André chega ao número de 30 Estações de Coleta

07/02/2024: Santo André chega ao número de 30 Estações de Coleta

Município se tornou o maior do Brasil em quantidade de ecopontos, proporcionalmente à sua população Vídeo: https://we.tl/t-ByIv8z8on6   Santo André, 7 de fevereiro de 2024 – Um ecoponto para cada 25 mil moradores. É isso o que a cidade de Santo André proporciona à sua população, de 748.919 habitantes. Nesta quarta-feira (7), com a abertura da Estação de Coleta Parque Marajoara, a cidade conquista o seu 30⁰ ecoponto, consagrando-se como o município brasileiro, proporcionalmente ao total de residentes, que...