04/06/2014 Santo André realiza Consulta Pública para aperfeiçoamento da Lei Municipal de Uso, Ocupação e Parcelamento do Solo

Santo André, 04 de junho de 2014 – Santo André se prepara para aperfeiçoar sua legislação tanto para a área urbana como para suas áreas de proteção ambiental, através da regulamentação de sua Lei de Uso Ocupação e Parcelamento do Solo (LUOPS). Por conta disso, na próxima segunda-feira (09/06), às 19h, a Prefeitura de Santo André e o Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) apresentarão um processo de consulta pública para acolher sugestões e debater com os Conselhos Municipais e toda a sociedade civil a proposta do poder executivo municipal para esta lei, antes do envio do documento à Câmara dos Vereadores.

 

O evento do dia 09 de junho será mais uma etapa de ampliação do diálogo social para discutir suas políticas públicas através de uma lei vital para a cidade como é a LUOPS. Haverá oportunidade para toda a sociedade civil enviar sugestões de modo virtual, a ser disponibilizado pelos sites da Prefeitura e do Semasa. Estas sugestões serão sistematizadas e apresentadas para o COMUGESAN (Conselho Municipal de Gestão e Saneamento Ambiental de Santo André) e o CMPU (Conselho Municipal de Política Urbana).

 

Sobre a LUOPS – A Lei de Uso, Ocupação e Parcelamento do Solo andreense tem sido desenvolvida pela Prefeitura e Semasa para a Macrozona Urbana para a Macrozona de Proteção Ambiental, que compreende a Área de Proteção e Recuperação de Mananciais da Billings em Santo André.

 

Manancial ganha regulação inédita – A regulamentação municipal do uso e ocupação do solo para a Macrozona de Proteção Ambiental é uma novidade, pois dará ao município condição de melhorar a compatibilização das ações urbanísticas e de conservação para a Área de Proteção e Recuperação de Mananciais – Billings (APRM-B), que corresponde a 55% do território da cidade, além de adequar a legislação municipal à Lei Específica da Billings, sancionada em 2009.

 

Pensando nisso, o Governo Municipal, sob a coordenação do Semasa e da Secretaria de Gestão de Recursos Naturais de Paranapiacaba e Parque Andreense, deu prioridade para ouvir primeiro os moradores de mananciais, oferecendo uma oportunidade de esclarecer dúvidas e acolher sugestões.  Os bairros que participaram foram Recreio da Borda do Campo, Parque Miami, Jardim Riviera, Parque Andreense, Parque América e Paranapiacaba. Os encontros reuniram um total de 540 participantes.

 

Cabe lembrar que a Lei Específica da Billings (13.579/2009) mantém o foco na proteção dos mananciais tendo em vista a manutenção de sua função produtora de água para o abastecimento público. Mas também concede ao município maior autonomia para implantar saneamento ambiental e infraestrutura urbana compatível com os mananciais. A conservação dos mananciais tem sido tema de grande debate frente o “estresse hídrico” – no qual o Semasa saiu na frente para orientar a população, lançando, ainda em novembro, a campanha “Economizar é fácil, ficar sem é difícil”.

 

O desafio da LUOPS nessas áreas é aperfeiçoar e reafirmar os compromissos com a conservação e recuperação ambiental, e, ao mesmo tempo, garantir melhor qualidade de vida aos seus moradores, cumprindo uma etapa essencial à regularização dos imóveis preexistentes a 2009.

 

Também inovará na visão de conservação para além da proteção aos recursos hídricos, garantindo a preservação da biodiversidade da Mata Atlântica, e regulando atividades econômicas compatíveis com desenvolvimento sustentável, como agroecologia, aquicultura e manejo de espécies nativas.

 

O que a nova lei trará aos mananciais:

. Definição de tipos de usos para lotes residenciais, não-residenciais e mistos.

. Zoneamento para a ocupação do solo, conforme a capacidade de suporte e vulnerabilidade ambiental.

. Regras de aprovação de loteamento e desmembramentos.

. Definição de tamanho mínimo do lote, o índice de área verde a ser preservado, índice de área não edificável e recuos mínimos laterais e frontais.

. Definição sobre as atividades econômicas e serviços compatíveis com os mananciais, como nas Zonas de Desenvolvimento Econômico e Zona de Patrimônio Histórico.

. Uma inédita classificação de vias/ruas e sinalização de trânsito.

. E, finalmente tratará de formas de fiscalização e penalidades.

 

Serviço

Solenidade de Apresentação de Consulta Pública do Projeto de Lei do Executivo para a LUOPS (Lei de Uso Ocupação e Parcelamento do Solo) para área urbana e manancial

Data: 09/06/2014

Horário: 19h às 22h

Local: Salão Burle Marx

Endereço: Praça IV Centenário, s/n – Prédio Executivo – 9º andar

Confirmação de presença pelo telefone: 4433-9605 ou 4433-0450

 

ImprimirGerar PDFEnvie para um amigo

NOTÍCIAS

Santo André recebe drive-thru para descarte de eletroeletrônicos, pilhas, baterias e lâmpadas

27/02/2024: Santo André recebe drive-thru para descarte de eletroeletrônicos, pilhas, baterias e lâmpadas

Ação do Semasa, que chega à quarta edição, será realizada nos dias 1º e 2 de março, no Paço Municipal Santo André, 27 de fevereiro de 2024 – Para estimular o descarte correto de resíduos eletroeletrônicos, pilhas, baterias e lâmpadas fluorescentes, o Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), em parceria com a Green Eletron e a Reciclus, realiza a quarta edição do Drive-thru Sustentável na sexta-feira (1º) e no sábado (2), das 9h às 16h. Ao...

Semasa flagra crime ambiental em área do Parque do Pedroso

24/02/2024: Semasa flagra crime ambiental em área do Parque do Pedroso

Autarquia monitorava denúncia de descarte irregular e movimentação de terra; ação contou com apoio da GCM Vídeo: https://we.tl/t-fqXoWC0rjG   Santo André, 24 de fevereiro de 2024 – Uma área verde pertencente ao Parque Natural Municipal do Pedroso, no Recreio da Borda do Campo, em Santo André, foi alvo de crime ambiental de descarte irregular de resíduos de construção civil, movimentação de terra, aterro de vale e supressão de vegetação, além da perturbação e danos à fauna silvestre.   O local...

Portal de educação ambiental do Semasa ultrapassa fronteiras e tem acesso em 16 países

15/02/2024: Portal de educação ambiental do Semasa ultrapassa fronteiras e tem acesso em 16 países

Hendu foi criado em 2020 para sensibilizar o público infantil sobre as questões ambientais e estimular o contato com a natureza Santo André, 15 de fevereiro de 2024 – O portal Hendu, espaço de educação e sensibilização ambiental do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), ganhou notoriedade nacional e internacional. A plataforma já é acessada em 14 estados brasileiros, além do Distrito Federal, e em 16 países. Lançado em 5 de junho de 2021 para que...

Santo André vence prêmio Cidades Educadoras com projeto de educação ambiental do Semasa

09/02/2024: Santo André vence prêmio Cidades Educadoras com projeto de educação ambiental do Semasa

Trabalho andreense foi reconhecido junto a iniciativas do México e de Portugal Santo André, 8 de fevereiro de 2024 – Sensibilização ambiental, participação e respeito pelo planeta. Estes e outros atributos estão presentes no projeto Água, Câmera e Ação, iniciativa realizada pela Gerência de Educação Ambiental do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) e que acaba de ser premiada como uma das três melhores no Prêmio Internacional Cidades Educadoras 2024. O trabalho concorreu com outras 66...