05/12/2013 25% do lixo comum gerado em Santo André poderia ser reciclado

Santo André, 05 de dezembro de 2013 – Pelo menos 25% do lixo que vai para o Aterro Sanitário de Santo André todos os dias poderia ser reciclado. São cerca de 162,5 toneladas de material que poderiam ser reaproveitadas na cadeia de consumo diariamente. Se isso ocorresse, o aterro andreense poderia ter sua vida útil ampliada em no mínimo 2 anos. Atualmente, Santo André gera 650 toneladas de lixo por dia e a vida útil do aterro municipal está estimada em oito anos.

O total que poderia não seguir para o aterro corresponde ao lixo coletado em uma cidade de 162 mil habitantes, por exemplo. É como se o material descartado por toda população de São Caetano do Sul, mais o produzido por cerca de um terço dos moradores de Rio Grande da Serra, ambas no ABC, fosse para o aterro andreense.

Este é um dos resultados do estudo gravimétrico, encomendado pelo Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), para saber o que há no lixo orgânico coletado na cidade. A análise faz um raio-x minucioso no lixo comum recolhido ao aterro de Santo André e, para o município, significa um instrumento para nortear as ações do Semasa em relação à gestão dos resíduos sólidos. O último estudo gravimétrico de Santo André havia sido realizado em 2008.

Segundo o estudo, apenas 50,81% do material descartado corresponde a lixo orgânico (alimentos e produtos sanitários). O restante (49,19%) mistura o lixo seco a outros materiais, como tecido, madeira, entulho e resíduos tecnológicos, que poderiam ter um descarte diferenciado pela população.

O índice é menor do que em 2008, quando o aterro de Santo André recebia 56,25% de lixo orgânico. A constatação pode demonstrar uma redução na mobilização da população para separar o lixo seco. Santo André tem coleta porta a porta de lixo seco, destinado à reciclagem, há 15 anos.

Na mistura de matéria orgânica, o principal material encontrado é o plástico (15,26%), ou quase 99 toneladas diárias. A boa notícia é que houve uma queda da sua presença no lixo úmido em comparação com 2008 (18,57%).

O segundo material mais encontrado com o lixo comum é o papelão (7,13%), seguido pelo tecido e roupas em geral (6,20%).
Pela primeira vez, o Semasa separou as fraldas do material orgânico. Produto composto basicamente por plástico, as fraldas correspondem hoje a 4,97% do lixo levado ao Aterro Sanitário de Santo André, ou cerca de 32 toneladas por dia.

RAIO-X DO LIXO EM SANTO ANDRÉ EM TRÊS MOMENTOS
Principais materiais encontrados
MATERIAL/ANO 2006 2008 2013
Matéria orgânica* 49,9 56,25 50,81
SECOS
Plásticos 31,47 18,57 15,26
Papelão 2,58% 4,13 7,13
Tecido 3,82 4,26 6,2
Papel branco 4,97 8,55 1,89
Alumínio 0,46 0,41 1,21
Tetrapack 1,18 1,5 1,2
Vidro 0,47 1,07 1,15
Borracha 0,13 0,66 0,93
Madeira processada 0,13 0,76 0,78
Metal 0,58 1,05 0,51
Isopor 0,27 0,45 0,35
Madeira natural 0,71 0,13 0,09
VERMELHO – Aumento de incidência
AZUL – Redução de incidência
* fraldas foram contabilizadas à parte pela primeira vez em 2013 e representam 4,97% do lixo coletado. Antes, elas eram contabilizadas junto com a matéria orgânica.

Números da coleta do lixo úmido em Santo André

0,96 kg/hab/dia

650 toneladas/dia

162,5 toneladas/dia poderiam ser reaproveitadas

50,81% orgânico

49,19% não orgânico

8 anos – vida útil estimada do aterro municipal

ImprimirGerar PDFEnvie para um amigo

NOTÍCIAS

Projeto de educação ambiental do Semasa tem vídeos selecionados para o Circuito Tela Verde

16/05/2024: Projeto de educação ambiental do Semasa tem vídeos selecionados para o Circuito Tela Verde

  Ação do Governo Federal está na 13ª edição e produções andreenses foram escolhidas entre iniciativas de todo o país Santo André, 15 de maio de 2024 – De Santo André para todo o Brasil. Três curtas-metragens do projeto Água, Câmera e Ação, realizado pelo Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), foram selecionados para integrar as produções da Mostra Circuito Tela Verde, ação promovida pelo Ministério do Meio Ambiente e Mudança do Clima (MMA) e que...

Santo André tem dois trabalhos selecionados para congresso da Assemae

07/05/2024: Santo André tem dois trabalhos selecionados para congresso da Assemae

  Evento de saneamento ocorre no fim deste mês em Ribeirão Preto Santo André, 7 de maio de 2024 – Multiplicar as boas práticas de gestão pública voltadas ao manejo de resíduos sólidos e à educação ambiental, e compartilhar conhecimento com outras cidades do país são os objetivos das apresentações que os técnicos do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) farão durante o 52º Congresso Nacional da Assemae (Associação Nacional dos Serviços Municipais de Saneamento). O...

Santo André tem a melhor gestão de resíduos da Região Metropolitana de São Paulo

30/04/2024: Santo André tem a melhor gestão de resíduos da Região Metropolitana de São Paulo

Indicadores são da Secretaria Estadual de Infraestrutura e Meio Ambiente Santo André, 30 de abril de 2024 – Destaque em sustentabilidade e políticas públicas ambientais, Santo André tem a melhor gestão de resíduos da Região Metropolitana de São Paulo, de acordo com o relatório anual do Índice de Gestão de Resíduos Sólidos (IGR), divulgado pela Secretaria Estadual de Infraestrutura e Meio Ambiente. Mais uma vez, os serviços realizados pelo Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) foram...

Santo André reabre Estação de Coleta Bom Pastor

29/04/2024: Santo André reabre Estação de Coleta Bom Pastor

Local recebeu nova estrutura para melhorar atendimento aos munícipes e proporcionar mais comodidade aos zeladores Santo André, 29 de abril de 2024 – O Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) reabriu na manhã desta segunda-feira (29) a Estação de Coleta Bom Pastor. Localizada no bairro de mesmo nome, o ecoponto estava em reforma desde o dia 27 de fevereiro. O equipamento público passou por reforma completa com o intuito de melhorar o atendimento aos munícipes e...