Santo André, 22 de setembro de 2015 – O Semasa encaminhou este mês para a Biblioteca Nair Lacerda, que fica no Paço Municipal, 635 exemplares de livros em boas condições. São publicações descartadas nas estações de coleta do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) entre julho e agosto.

Em média, as estações recebem 350 livros por mês e os exemplares em boas condições são sempre doados a Nair Lacerda, onde há uma triagem do material e direcionamento para outras bibliotecas municipais ou projetos, como o Vai com Livro, da Secretaria de Cultura e Turismo, que promove a doação de livros na cidade.

Espalhadas em vários pontos da cidade, as 18 Estações de Coleta do Semasa recebem materiais volumosos e recicláveis de vários tipos. Mas muitos dos materiais que chegam às estações estão em bom estado de conservação e podem ser reaproveitados. É o caso dos livros, que seguem para as bibliotecas desde 2013, por iniciativa do Semasa.

“Antes, os livros eram prensados pelas cooperativas de reciclagem e vendidos como papel. Mas quando assumimos e vimos que eram publicações em bom estado, percebemos que vendê-los como papel era um desperdício e decidimos buscar alternativas para eles”, conta Edi Ferreira dos Santos, diretor de Resíduos Sólidos do Semasa.

O diretor destaca que os ecopontos recebem, inclusive, livros ainda embalados em plástico. “Creio que a pessoa que faz este descarte imagina que o livro terá um destino mais nobre. E é isso que estamos fazendo: possibilitamos que ele seja reaproveitado por outro leitor.”

Vale sempre lembrar que livros usados, desde que estejam completos e em boas condições, podem ser doados diretamente na biblioteca municipal.

estações de coleta

Santo André, 22 de setembro de 2015 – O Semasa encaminhou este mês para a Biblioteca Nair Lacerda, que fica no Paço Municipal, 635 exemplares de livros em boas condições. São publicações descartadas nas estações de coleta do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) entre julho e agosto. Em média, as estações recebem 350 livros por mês e os exemplares em boas condições são sempre doados a Nair Lacerda, onde há uma triagem do material e direcionamento para outras bibliotecas municipais ou projetos, como o Vai com Livro, da Secretaria de Cultura e Turismo, que promove a doação de livros na cidade. Espalhadas em vários pontos da cidade, as 18 Estações de Coleta do Semasa recebem materiais volumosos e recicláveis de vários tipos. Mas muitos dos materiais que chegam às estações estão em bom estado de conservação e podem ser reaproveitados. É o caso dos livros, que seguem para as bibliotecas desde 2013, por iniciativa do Semasa. “Antes, os livros eram prensados pelas cooperativas de reciclagem e vendidos como papel. Mas quando assumimos e vimos que eram publicações em bom estado, percebemos que vendê-los como papel era um desperdício e decidimos buscar alternativas para eles”, conta...

Leia mais

Santo André, 02 de outubro de 2014 – O Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), por meio do Departamento de Resíduos Sólidos, iniciou o diagnóstico da geração de resíduos de óleo e gorduras residuais de uso alimentício, gerados nos estabelecimentos comerciais de Santo André. De acordo com o diretor do Departamento de Resíduos Sólidos da autarquia, Edi Ferreira dos Santos, o diagnóstico deve ser concluído em dezembro, e será realizado pela Consultoria Ambitri. “Estes dados nos permitirão trabalhar ações de controle e orientação dos comerciantes para a correta destinação destes resíduos. A empresa contratada está percorrendo, desde a metade de setembro, os principais centros comerciais da cidade, e levantando dados de geração e descarte deste tipo de resíduo junto aos bares, lanchonetes, restaurantes e similares”, explica o diretor. Dados ambientais – Quando descartado de forma incorreta, óleos e gorduras contribuem para a contaminação da água e do solo, além de estimular o aumento do número de vetores no ambiente urbano. De acordo com dados da Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF 2008-2009) do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), estima-se que no Estado de São Paulo são adquiridos cerca de 9,186 kg de óleos e gorduras...

Leia mais