Água e Esgoto

Em 1969, o Departamento de Água e Esgoto da Prefeitura de Santo André foi convertido no Semasa – Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André. A autarquia começou, portanto, como um serviço de água e esgoto e até hoje é a entidade responsável pela distribuição de água e pelo esgotamento sanitário na cidade.

ÁGUA E ESGOTO ABRE

Santo André tem duas fontes de abastecimento de água. Uma delas é o próprio Semasa, que mantém, na Vila Vitória, a Estação de Tratamento de Água Guarará (ETA Guarará), responsável pelo abastecimento de cerca de 5% da cidade, cuja água é captada de um braço da Billings no Parque do Pedroso (Sistema Autônomo Produtor de Água Pedroso).

Os outros 95% são comprados da companhia estadual, a Sabesp, que hoje os redireciona a partir de dois sistemas: o Rio Grande, localizado na represa Billings, na região de São Bernardo do Campo, e o Rio Claro, situado em Biritiba Mirim, no interior de São Paulo.

O Semasa continua sendo, mesmo assim, responsável pela qualidade da água que os mais de 705 mil moradores de Santo André recebem em suas casas e no trabalho. Todos os dias, os técnicos da autarquia avaliam a potabilidade – ou seja, a qualidade para o consumo humano – tanto da água produzida na cidade quanto daquela comprada da Sabesp.

Já os esgotos são coletados de casa em casa e cerca de 46% deles são direcionados para a Estação de Tratamento de Esgoto ABC localizada em São Paulo, na divisa com São Caetano do Sul.  A meta do Semasa é chegar a 100% em 2021. Toda a malha urbana tem coleta de esgoto em Santo André. Apenas núcleos não urbanizados estão no cadastro para ainda serem regularizados.

ImprimirGerar PDFEnvie para um amigo