23/11/2020 Moeda Verde completa 3 anos de transformações sociais e ambientais em Santo André

Programa que troca recicláveis por alimentos mudou a realidade de cerca de 70 mil pessoas e vai ser ampliado em 2021

Santo André, 23 de novembro de 2020 – Completaram-se três anos desde que moradores do núcleo Ciganos, comunidade carente do município de Santo André, começaram a ter as suas vidas transformadas pelo programa Moeda Verde. Foi neste local, no dia 22 de novembro de 2017, que latas de alumínio, papelão e diversos outros materiais recicláveis passaram a ser moeda de troca por legumes, frutas e verduras de boa qualidade.

Daquele ano em diante, a iniciativa do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) e do Fundo Social de Solidariedade da Prefeitura, por meio do Banco de Alimentos, cresceu cada vez mais e tornou-se uma das ações mais importantes para melhorar a qualidade de vida da população e deixar a cidade mais limpa e sustentável.

“Nestes três anos, o Moeda Verde, além de demonstrar na prática os benefícios da reciclagem, transformou a vida de diversas famílias com a distribuição de toneladas de alimentos. É uma alegria acompanhar a evolução deste projeto que serviu, inclusive, de exemplo para implementação em outros municípios”, afirma a primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Ana Carolina Barreto Serra.

Hoje, a ação já acontece em 14 comunidades do município, beneficiando milhares de famílias que têm a oportunidade de ter alimentos nutritivos na mesa de casa. Cerca de 70 mil andreenses, beneficiados direta e indiretamente, também passaram a ter as comunidades mais limpas.

O Moeda Verde continuará transformando a vida de muita gente. O Semasa e a Prefeitura projetam mais que dobrar o número de locais de atuação do programa. “Nossa intenção é expandir o programa nos próximos quatro anos, chegando a 30 comunidades. Para 2021, outros sete núcleos devem ser contemplados”, explica o superintendente do Semasa, Ricardo Kondratovich. Os novos locais ainda estão sendo estudados, mas a previsão é de que, ao todo, cerca de 130 mil pessoas possam ser beneficiadas indiretamente.

Até o momento, os participantes do programa já entregaram 377 toneladas de recicláveis, contribuindo para a coleta seletiva e a diminuição de materiais que poderiam ser destinados ao aterro da cidade. Em troca, foram distribuídas aos moradores 75 toneladas de hortifrútis, como batata, espinafre, alface, banana, mamão e melão, entre outros.

“O programa mudou muito a minha vida, porque ele contribui para melhorar a minha e a saúde de toda a família. A gente que mora em comunidade tem dificuldades para comprar comida porque às vezes é muito caro”, afirma a auxiliar de limpeza Rosângela Rosa, que mora há 35 anos no núcleo Santa Cristina e torce para que mais pessoas possam integrar a ação.

Revitalização de pontos de descarte de resíduos – Outra importante herança deixada pelo programa Moeda Verde é a recuperação de locais que sofriam com o despejo de entulho, móveis e outros materiais.

A ação já eliminou cinco pontos de descarte de resíduos, o que garantiu uma economia de quase R$ 2 milhões aos cofres públicos. Esses lugares se transformaram em áreas verdes, praças ou estacionamentos, trazendo mais saúde e bem-estar para a população – que tinha de lidar com o aparecimento de ratos, insetos e baratas, além do odor do lixo – e aumentando a sensação de pertencimento nos locais onde os moradores vivem.

Além dos núcleos Ciganos e Santa Cristina, a iniciativa ocorre no Capuava, Ciprestes, Eucaliptos, Kibon, Cristiane, Sítio dos Vianas, Cruzado, Pintassilgo, Tamarutaca, Sorocaba, Espírito Santo e Missionários.

Reestruturação na pandemia – Após o início da pandemia do novo coronavírus, houve mudança no calendário de trocas do programa Moeda Verde, que passou a acontecer com encontros mensais em cada núcleo (e não mais quinzenais). Também foram feitos ajustes nos dias de realização da iniciativa.

Para evitar o contágio pela Covid-19, o Semasa e a Prefeitura adotam todos os critérios recomendados pelos órgãos de saúde e reforçam sempre a colaboração dos participantes para evitar aglomerações e utilizar máscara.

A programação do Moeda Verde e outras informações, como a expansão e o balanço do programa, podem ser encontradas em www.semasa.sp.gov.br/moedaverde.

ImprimirGerar PDFEnvie para um amigo

NOTÍCIAS

Moeda Verde e Moeda Pet chegam às comunidades Lamartine, Eucaliptos e Vila Sá

23/01/2023: Moeda Verde e Moeda Pet chegam às comunidades Lamartine, Eucaliptos e Vila Sá

Trocas conjuntas ocorrerão a cada dois meses Santo André, 23 de janeiro de 2023 – Como parte do processo de expansão do Moeda Pet, nos próximos dias 25 (quarta-feira), 26 (quinta-feira) e 31/1 (terça-feira), a Prefeitura de Santo André, em parceria com o Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), inicia as trocas conjuntas do Moeda Verde e Moeda Pet nos núcleos Lamartine, Eucaliptos e Vila Sá – respectivamente. Nestes locais, o Moeda Verde já acontece regularmente,...

Semasa retoma visitas ao Aterro Sanitário de Santo André

19/01/2023: Semasa retoma visitas ao Aterro Sanitário de Santo André

Agenda está aberta para todos os segmentos da sociedade Santo André, 19 de janeiro de 2023 – Um dos principais equipamentos de sensibilização ambiental sobre temáticas de resíduos sólidos, o Aterro Sanitário de Santo André retomou a agenda de 2023 para visitas monitoradas ao espaço. Administrado pelo Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), o complexo do Centro de Tratamento de Resíduos abriga as cooperativas de reciclagem, o ecoponto especial para recolhimento de pneus, as lagoas de...

Comunidades Tamarutaca e Pintassilva recebem Moeda Pet e Moeda Verde nesta semana

16/01/2023: Comunidades Tamarutaca e Pintassilva recebem Moeda Pet e Moeda Verde nesta semana

Primeira ação conjunta nesses locais ocorrem, respectivamente, nos dias 18 e 20 de janeiro, das 13h30 às 14h30 Santo André, 16 de janeiro de 2022 – A Prefeitura de Santo André, com o apoio do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), segue levando o programa Moeda Pet para mais locais, com o objetivo de ampliar o número de famílias que têm a oportunidade de trocar garrafas PET por ração para cães e gatos.   Nesta quarta-feira...

Homem é preso por vandalismo e furto em ecoponto de Santo André

11/01/2023: Homem é preso por vandalismo e furto em ecoponto de Santo André

Indivíduo foi pego em flagrante na madrugada desta quarta na Estação de Coleta Ana Maria   Santo André, 11 de janeiro de 2023 – Um homem foi preso em flagrante pela PM (Polícia Militar) cometendo vandalismo e furto na Estação de Coleta Ana Maria, localizada na Avenida Cândido Camargo, no Jardim Ana Maria, em Santo André. O crime contra o patrimônio público ocorreu durante a madrugada desta quarta-feira (11) e o responsável foi conduzido à delegacia, onde foi lavrado...