22/08/2019 Semasa reduz em quase 20% o número de pontos irregulares de descarte de resíduos

Queda é resultado do trabalho contínuo de monitoramento e de revitalizações, como pintura e plantio, nos locais

Santo André, 22 de agosto de 2019 – O trabalho contínuo de monitoramento e revitalizações realizado pelo Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) reduziu, nos últimos dois anos, em 18% o número de pontos irregulares de descarte de resíduos na cidade. Em 2017, a cidade contabilizava 68 pontos, contra 56 atualmente.

Uma das principais frentes do Semasa neste ano para diminuir ainda mais a quantidade de áreas degradadas tem sido o combate aos pontos que ficam nas divisas de Santo André com a zona leste da capital, principalmente nos pontilhões que cruzam o córrego Oratório. Neste semestre, três locais na divisa deixaram de ser prejudicados pelo despejo de materiais e ganharam um novo cenário.

O pontilhão da rua Maestro Erlon Chaves, na Vila Clarice, começou a passar pelo processo de transformação em abril. Os trabalhos de melhorias iniciaram em parceria com a Ecourbis – empresa responsável pelos serviços de coleta, transporte e destinação de resíduos na capital –, que retirou as caçambas que ficavam no espaço e eram usadas por uma comunidade vizinha, o que agravava a situação do descarte. Após, a equipe do Semasa trabalhou para implantar um novo calçamento e muretas, aumentando a segurança dos pedestres. As intervenções, que também envolveram nova pintura, ficaram prontas em maio.

Na avenida João Pessoa, no Jardim Utinga, o ponto foi eliminado com a ajuda de um condomínio localizado ao lado do pontilhão. Os moradores instalaram placas proibitivas de descarte e câmeras de monitoramento, permitindo que o Semasa utilize as imagens para penalizar infratores por descarte irregular. O condomínio também colaborou na limpeza do local, realizando inclusive a pintura no espaço com tintas cedidas pelas estações de coleta da autarquia.

Só em 2018, o Semasa gastou cerca de R$ 320 mil na limpeza dos pontos Erlon Chaves e na João Pessoa. No primeiro local, a equipe de limpeza retirou 1.035 toneladas de recicláveis e, até abril de 2019, 504 toneladas.

Outra via beneficiada do Jardim Utinga foi o pontilhão da rua Miguel Gustavo, que também teve caçambas retiradas da área, a calçada e a mureta revitalizadas e o muro pintado com o apoio da população. Além disso, a Prefeitura doou mudas para serem plantadas no local. Até junho deste ano, o serviço de limpeza custou aos cofres públicos mais de R$ 194 mil.

“A situação está bem melhor. Ficava muito lixo aqui, era mosquito dentro da minha casa, fora o lixo dentro do córrego. O cheiro era muito forte e agora isso acabou. Nunca mais vi acúmulo de materiais aqui”, disse Fabiana de Lisboa Reis, que mora ao lado do local.

Jardim Santo André – Longe das divisas com a capital, outra ação importante no combate aos pontos irregulares de descarte tem ocorrido no Jardim Santo André. Além da implantação do programa Moeda Verde no bairro, nos núcleos Cruzado I e II, moradores e estudantes da região têm recebido orientação, com ações de educação ambiental, sobre a importância do descarte correto de resíduos.

O local onde existia um dos maiores pontos de descarte irregular no bairro, na travessa 16 da rua Lamartine, recebeu, em junho, benfeitorias como a restauração do passeio e novos plantios, além da retirada de caçambas. Por causa do descarte de resíduos, o Semasa gastou aproximadamente R$ 83 mil.

ImprimirGerar PDFEnvie para um amigo

NOTÍCIAS

Gestão de resíduos sólidos de Santo André é destaque em guia internacional para cidades sustentáveis

07/12/2022: Gestão de resíduos sólidos de Santo André é destaque em guia internacional para cidades sustentáveis

6 de dezembro de 2022 – A gestão de resíduos sólidos de Santo André obteve mais um reconhecimento por práticas inovadores e sustentáveis, que transformam a vida da população. A CAF (Banco de Desenvolvimento da América Latina) menciona obras e ações socioambientais desenvolvidas no município no ‘Guia para cidades mais saudáveis – princípios e instrumentos para promover a saúde através do planejamento e gestão urbana’, documento elaborado pela instituição financeira com o objetivo de retratar boas ideias e soluções...

Campanha de sensibilização sobre descarte correto e vandalismo em lixeiras públicas ganha ruas de Santo André

01/12/2022: Campanha de sensibilização sobre descarte correto e vandalismo em lixeiras públicas ganha ruas de Santo André

Ação do Semasa também tem abordagem educativa nas redes sociais Santo André, 1º de dezembro de 2022 – Quem anda pelas ruas de Santo André e precisa descartar algum resíduo tem a certeza de que em seu caminho encontrará uma ‘amarelinha’ para jogar o lixo. As lixeiras públicas, também conhecidas como papeleiras, são equipamentos fundamentais que garantem uma cidade mais limpa. O problema é que estes dispositivos são constantemente alvos de vandalismo e depredação, especialmente no fim do ano...

Semasa tem vagas abertas para oportunidades de estágio

30/11/2022: Semasa tem vagas abertas para oportunidades de estágio

Para início imediato, há disponibilidade aos estudantes dos cursos de gestão ambiental, direito, jornalismo e engenharia ambiental Santo André, 30 de novembro de 2022 – O Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), por meio do CIEE (Centro de Integração Empresa Escola), está com diversas vagas abertas de estágio. No total, são 11 áreas de atuação disponíveis: administração de empresas, arquitetura, pedagogia, biologia, ciências sociais, economia, engenharia civil, além de gestão ambiental, direito, engenharia ambiental e jornalismo...

Prefeitura inicia construção de  segundo ecoponto no Jardim Santo André

25/11/2022: Prefeitura inicia construção de segundo ecoponto no Jardim Santo André

Santo André, 25 de novembro de 2022 – A Prefeitura de Santo André, por meio da Secretaria de Manutenção e Serviços Urbanos, está construindo mais um ecoponto no Jardim Santo André. O bairro é um dos que mais sofrem com descarte irregular de resíduos, o que agrava problemas de enchentes, alagamentos e a poluição do meio ambiente. As obras ocorrem na Rua da Visão e a nova unidade será batizada de Estação de Coleta Jardim Santo André. Com a...