23/07/2019 Projetos levam cidadania ambiental para moradores de Santo André

Com apoio do Semasa e recursos do Fumgesan, MDDF e Instituto Siades realizam diversas ações para conscientizar a população

Santo André, 18 de julho de 2019 – Projetos ambientais de organizações da sociedade civil, realizados com o apoio do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) e recursos do Fumgesan (Fundo Municipal de Gestão e Saneamento Ambiental de Santo André), têm transformado o pensamento e a realidade local de populações de bairros periféricos e de áreas de manancial da cidade.

O MDDF (Movimento de Defesa dos Direitos dos Moradores em Núcleos Habitacionais de Santo André) e o Instituto Siades (Sistema de Informações Ambientais para o Desenvolvimento Sustentável) realizam, desde abril, iniciativas para formar cidadãos sustentáveis e agentes comunitários.

Por meio do projeto ‘No meio da vila: sensibilizando pessoas para o cuidado com a cidade’, o MDDF fez diversas revitalizações de espaços degradados, principalmente onde há descarte irregular de resíduos. Com intervenções ambientais e artísticas, que ocorreram em várias comunidades, a organização e os participantes pintaram paredes, colocaram vasos, cones e mensagens contra o descarte de lixo.

Os espaços que receberam melhorias foram duas áreas no núcleo Tamarutaca (Vila Guiomar), próximas das ruas Garanhuns e Guarapari, além do Centro Comunitário; a escadaria da Rua Odilon Conceição, no núcleo Gonçalo Zarco (Vila Aquilino); uma calçada na avenida dos Estados e uma viela, que ficam, respectivamente, nos núcleos Ipiranga I e II (Parque João Ramalho); e uma calçada da rua Purús, no núcleo Piracanjuba (Parque João Ramalho).

Os materiais utilizados nas melhorias, como tintas e vasos, foram reaproveitados das Estações de Coleta do Semasa. Após as revitalizações, agentes ambientais e moradores passam a monitorar os locais, de forma a preservar as intervenções e verificar se há transferência de pontos de descarte para outros endereços.

O projeto do MDDF, que está previsto para acabar no fim de julho, também contou com formação prática sobre a temática ambiental e visitas ao Aterro Sanitário de Santo André, cooperativas de reciclagem, ecopontos, Parque do Pedroso e à Vila de Paranapiacaba, que são unidades de conservação.

Já o Instituto Siades, por meio do projeto ‘Conexões na mata atlântica: uma rede de oportunidades para a conservação’, busca sensibilizar e mobilizar a população que vive no entorno do Parque do Pedroso e do Parque Nascentes de Paranapiacaba sobre proteção da biodiversidade, desenvolvimento sustentável para os parques, disposição correta de resíduos sólidos, dentre outros.

A iniciativa pretende despertar o olhar dos participantes e moradores para a formação de coletivos ambientais, fortalecendo o protagonismo em ações de proteção, conservação e preservação dos recursos naturais. O projeto acontece por meio de várias oficinas. A partir de setembro, os participantes começam a formular projetos sustentáveis para cada parque, que serão avaliados e monitorados. O encerramento das atividades está previsto para novembro.

O Instituto Siades e o MDDF divulgam boletins e vídeos das ações dos projetos. Confira os materiais em > http://www.semasa.sp.gov.br/comugesan/fumgesan/projetos-fumgesan/.

ImprimirGerar PDFEnvie para um amigo

NOTÍCIAS

Com aumento de casos de coronavírus, Semasa reforça desinfecção de ruas e avenidas

27/02/2021: Com aumento de casos de coronavírus, Semasa reforça desinfecção de ruas e avenidas

Serviço de limpeza é feito principalmente próximo a unidades de saúde, hospitais de campanha e locais onde há maior fluxo de pessoas Santo André, 27 de fevereiro de 2021 – Em meio ao aumento de diagnósticos positivos do novo coronavírus, as equipes do setor de drenagem do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) intensificaram os trabalhos de desinfecção de ruas e avenidas do município, o que ajuda a prevenir novos casos de contágio. A limpeza das...

Santo André intensifica diálogo social para promover maior transparência sobre o Complexo Viário Cassaquera

26/02/2021: Santo André intensifica diálogo social para promover maior transparência sobre o Complexo Viário Cassaquera

Santo André, 26 de fevereiro de 2021 – Com o objetivo de promover uma maior aproximação dos moradores de Santo André com as obras do Complexo Viário Cassaquera, o Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) voltou a realizar reuniões com a população. Nesta semana, nos dias 23 e 25, profissionais da autarquia se reuniram com pessoas que residem nos bairros Centreville, Parque Gerassi, Vila Guarani e Vila Homero Thon para apresentar informações sobre as obras de canalização...

Semasa abre licitação para construção de dez Estações de Coleta

24/02/2021: Semasa abre licitação para construção de dez Estações de Coleta

Expectativa é entregar os novos equipamentos ainda neste ano Santo André, 24 de fevereiro – O Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) abriu nesta quarta-feira (24) licitação internacional para contratar empresa para construir mais dez Estações de Coleta na cidade. A execução do projeto executivo dos novos equipamentos e as obras fazem parte do Programa Sanear Santo André, cujas intervenções são financiadas parcialmente pela CAF – Banco de Desenvolvimento da América Latina. A previsão da autarquia...

Semasa e GCM firmam parceria para coibir furto de equipamentos de drenagem na Vila Luzita

19/02/2021: Semasa e GCM firmam parceria para coibir furto de equipamentos de drenagem na Vila Luzita

Desde janeiro, 19 ralos grelhas sumiram do calçadão na rua Alcides Maia; falta de dispositivos pode ocasionar acidentes e alagamentos Santo André, 19 de fevereiro de 2021 – O Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) e a GCM (Guarda Civil Municipal) estão trabalhando juntos para coibir um problema que vem ocorrendo no calçadão da rua Alcides Maia, na Vila Luzita: o furto de ralos grelhas. Desde janeiro, 19 dispositivos – que são fundamentais para captar a...