24/04/2019 Moeda Verde chega ao Sítio dos Vianas para beneficiar mais 8,3 mil pessoas

Núcleo é o primeiro desta nova fase de expansão do programa em Santo André; nesta quinta-feira a ação chega aos núcleos Cruzado I e II

Santo André, 24 de abril de 2019 – O programa Moeda Verde, realizado pela Prefeitura de Santo André e pelo Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), entrou em sua terceira fase de expansão nesta quarta-feira (24). A comunidade do Sítio dos Vianas passa a ser a oitava da cidade a receber as ações quinzenais que trocam resíduos recicláveis por alimentos hortifrúti, beneficiando mais de 8,3 mil pessoas direta e indiretamente. Nesta quinta-feira (25), o prefeito Paulo Serra acompanha a implantação do programa nos núcleos Cruzado I e II, no Jardim Santo André.

Durante a primeira ação do programa no Sítio dos Vianas, o destaque ficou por conta da participação de dezenas de alunos da Emeief (Escola Municipal de Educação Infantil e Ensino Fundamental) Cândido Portinari que, como forma de mobilizar e conscientizar a população local, levaram recicláveis para trocar.

As crianças assistiram a uma contação de história, oferecida pela equipe de educação ambiental do Semasa, que teve como objetivo sensibilizá-las sobre a importância da preservação do meio ambiente e do descarte correto do lixo. Em seguida, com muita animação, os alunos trocaram garrafas PET por 1 kg de frutas e legumes oferecidos pelo Moeda Verde para levar para suas famílias.

O superintendente do Semasa, Almir Cicote, elogiou o programa e fez um pedido às crianças. “Agora é a hora de vocês chegarem em casa e contarem para os pais de vocês como é importante separar os resíduos e participar do Moeda Verde”.

Os moradores da comunidade trocaram, neste primeiro dia, 252,4 kg de lixo reciclável por 50 kg de laranja, abobrinha, berinjela, batata-doce e carambola. As trocas, que tiveram início nesta quarta-feira, às 10h30, passarão a ocorrer sempre às sextas-feiras, às 14h, a partir de maio. O ponto de encontro é a praça Maria Mariano – próximo à rua das Minas.

Márcia Nascimento, de 46 anos, todos vividos na comunidade, foi a primeira da fila e espera que o programa auxilie a população a se conscientizar para não colocar o lixo de forma errada. “No mesmo imóvel que eu, moram mais 3 famílias e nós todos vamos nos beneficiar com a troca pelos alimentos”, afirmou. Márcia levou pra casa quatro quilos de frutas e legumes pois encaminhou 21 kg de resíduos para reciclagem.

Até o final do ano, o Moeda Verde vai chegar a outras sete comunidades da cidade, ampliando a abrangência do programa e beneficiando, direta e indiretamente, cerca de 78% dos residentes de núcleos e assentamentos de Santo André. Nos núcleos Cruzado I e II (Jardim Santo André), a primeira troca será feita nesta quinta-feira, às 11h, no cruzamento da rua Gamboa com a rua Descampado.

“Pedi ajuda dos vizinhos que não queriam separar os resíduos, para me doarem o material. Assim, mesmo quem não quer participar, ajuda o outro. Espero que o Moeda Verde ‘pegue’ aqui no bairro”, disse Rosangela Maria de Almeida, que vive há 30 anos no local e já conhecia o programa porque a irmã participava das trocas no Jardim Cipreste.

Em quase um ano e meio, a população participante dos núcleos em que o Moeda Verde está presente já encaminhou mais de 86 toneladas de lixo para a reciclagem. Em troca, já foram doadas mais de 17 toneladas de frutas, verduras e legumes. Vale lembrar que a cada 5 kg de material reciclado, o munícipe recebe 1 kg de alimento hortifrúti.

O material recebido nas trocas do Moeda Verde é encaminhado às cooperativas de reciclagem parceiras do Semasa. Os alimentos doados aos moradores são adquiridos por meio do Banco de Alimentos e também dos produtores rurais urbanos de Santo André, que fornecem todas as hortaliças distribuídas, gerando riqueza para a cidade no formato de economia circular.

O programa possui um hotsite (www.semasa.sp.gov.br/moedaverde) em que é possível acessar as principais informações sobre as ações. A plataforma permite verificar a agenda de trocas, balanço de resíduos recolhidos (por núcleo), fotos, entre outras informações.

Veja as fotos no Flickr do Semasa

ImprimirGerar PDFEnvie para um amigo

NOTÍCIAS

Com aumento de casos de coronavírus, Semasa reforça desinfecção de ruas e avenidas

27/02/2021: Com aumento de casos de coronavírus, Semasa reforça desinfecção de ruas e avenidas

Serviço de limpeza é feito principalmente próximo a unidades de saúde, hospitais de campanha e locais onde há maior fluxo de pessoas Santo André, 27 de fevereiro de 2021 – Em meio ao aumento de diagnósticos positivos do novo coronavírus, as equipes do setor de drenagem do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) intensificaram os trabalhos de desinfecção de ruas e avenidas do município, o que ajuda a prevenir novos casos de contágio. A limpeza das...

Santo André intensifica diálogo social para promover maior transparência sobre o Complexo Viário Cassaquera

26/02/2021: Santo André intensifica diálogo social para promover maior transparência sobre o Complexo Viário Cassaquera

Santo André, 26 de fevereiro de 2021 – Com o objetivo de promover uma maior aproximação dos moradores de Santo André com as obras do Complexo Viário Cassaquera, o Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) voltou a realizar reuniões com a população. Nesta semana, nos dias 23 e 25, profissionais da autarquia se reuniram com pessoas que residem nos bairros Centreville, Parque Gerassi, Vila Guarani e Vila Homero Thon para apresentar informações sobre as obras de canalização...

Semasa abre licitação para construção de dez Estações de Coleta

24/02/2021: Semasa abre licitação para construção de dez Estações de Coleta

Expectativa é entregar os novos equipamentos ainda neste ano Santo André, 24 de fevereiro – O Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) abriu nesta quarta-feira (24) licitação internacional para contratar empresa para construir mais dez Estações de Coleta na cidade. A execução do projeto executivo dos novos equipamentos e as obras fazem parte do Programa Sanear Santo André, cujas intervenções são financiadas parcialmente pela CAF – Banco de Desenvolvimento da América Latina. A previsão da autarquia...

Semasa e GCM firmam parceria para coibir furto de equipamentos de drenagem na Vila Luzita

19/02/2021: Semasa e GCM firmam parceria para coibir furto de equipamentos de drenagem na Vila Luzita

Desde janeiro, 19 ralos grelhas sumiram do calçadão na rua Alcides Maia; falta de dispositivos pode ocasionar acidentes e alagamentos Santo André, 19 de fevereiro de 2021 – O Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) e a GCM (Guarda Civil Municipal) estão trabalhando juntos para coibir um problema que vem ocorrendo no calçadão da rua Alcides Maia, na Vila Luzita: o furto de ralos grelhas. Desde janeiro, 19 dispositivos – que são fundamentais para captar a...