05/07/2016 Supremo Tribunal Federal acata pedido do Semasa e suspende liminar da Sabesp

Em ação de Obrigação de Fazer, companhia estadual pedia que Santo André reservasse no orçamento valor de R$ 185 milhões para pagá-la, sem respeitar regime constitucional sobre precatórios, cuja ordem deve ocorrer “de maneira planejada e previsível”

Santo André, 4 de julho de 2016 – O Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu a liminar concedida pelo Tribunal de Justiça de São Paulo à Sabesp na ação de Obrigação de Fazer, na qual a companhia estadual exigia que o município de Santo André incluísse o valor de R$ 185 milhões na peça orçamentária anual e reservasse a quantia para efetuar o pagamento, sem cumprir o rito legal para pagamento de precatórios.

Na decisão, proferida pelo ministro Ricardo Lewandowski, fica demonstrado que o pagamento não pode ser feito sem “trânsito em julgado e sem a expedição de precatórios”, devendo ser observado o que determina o regime constitucional sobre precatórios, cuja ordem deve ocorrer “de maneira planejada e previsível” pelo município, sem que haja prejuízo às finanças e serviços públicos.

Na sentença, o ministro ressalta que a decisão não visa manifestar-se sobre o mérito da ação original da Sabesp, mas, sim, decidir de forma a demonstrar que a concessão de uma liminar à Sabesp pela instância judicial do Tribunal de São Paulo interferiu no processo legal e constitucional de pagamento de precatórios, o que tende a provocar lesão aos serviços públicos.

“A lesão provocada por decisões proferidas na fase de execução provisória que, ao desconsiderarem a correta aplicação do regime de execução por precatórios, ante a natureza obrigacional do pedido de empenho, autorizaram, indiretamente o pagamento de grandes quantias de uma só vez e de trato sucessivo, evidenciando-se, assim, o potencial lesivo do seu imediato cumprimento”.

A decisão foi publicada dia 1º de julho e representa uma importante vitória para Santo André frente às tentativas da empresa estadual de intimidar o prefeito ao divulgar recentemente a falsa possibilidade de prisão caso o valor não fosse pago à Sabesp.

“Além de ser fundamental para que não se alije dos bens públicos sua impenhorabilidade, a disciplina normativa dos pagamentos devidos pelo poder público em razão de sentenças judiciais garante isonomia entre os jurisdicionados e racionalidade na realização dos desembolsos, que, dessa forma, ocorrem de maneira planejada e previsível, em harmonia com as disposições relativas ao orçamento e à organização das finanças públicas”, conforme trecho da decisão.

Preço abusivo – O Semasa discute o valor da água no atacado vendida pela Sabesp tanto na esfera judicial como na administrativa, através de pedido ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica, o CADE, órgão do Ministério da Justiça que aceitou investigar a companhia estadual por prática de preço abusivo, o que vem inviabilizando a gestão dos serviços municipais de saneamento, sobretudo na Região Metropolitana de São Paulo.

ImprimirGerar PDFEnvie para um amigo

NOTÍCIAS

Semasa abre eleições para conselho gestor do Parque do Pedroso

14/10/2021: Semasa abre eleições para conselho gestor do Parque do Pedroso

Entidades interessadas em participar do processo eleitoral têm até 12 de novembro para se inscrever Santo André, 11 de outubro de 2021 – O Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), por meio do Comugesan, inicia nesta segunda-feira (11) o processo de eleições para constituir o Conselho Gestor do Parque Natural Municipal do Pedroso. O processo de inscrição para as entidades interessadas ocorre até 12 de novembro, de forma online ou presencial. O conselho gestor será composto...

Semasa entrega centenas de brinquedos para crianças da comunidade Sacadura Cabral

14/10/2021: Semasa entrega centenas de brinquedos para crianças da comunidade Sacadura Cabral

Objetos foram doados nas Estações de Coleta e ganharam um destino nobre, levando alegria para famílias carentes Santo André, 8 de outubro de 2021 – O Dia das Crianças chegou mais cedo para moradores da comunidade da Vila Sacadura Cabral. O Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) distribuiu nesta sexta-feira (8) duzentos brinquedos para a população, durante o evento Gincanas Ecológicas, que promove brincadeiras com somatórias de pontos para os pequenos trocarem por objetos como carrinhos,...

Semasa beneficia escolas de Santo André com implantação de hortas

07/10/2021: Semasa beneficia escolas de Santo André com implantação de hortas

Plantio faz parte das ações promovidas pelo trabalho socioambiental das obras do Complexo Viário Cassaquera  Santo André, 7 de outubro de 2021 – Espaços que estavam ociosos em escolas estaduais e municipais de Santo André começaram a ganhar um destino nobre. O Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) iniciou ações de agricultura urbana, beneficiando a comunidade escolar com a plantação de frutos, temperos, ervas aromáticas e hortaliças. A implantação de hortas é mais uma atividade do...

Santo André volta a realizar licenciamento ambiental em área de manancial

06/10/2021: Santo André volta a realizar licenciamento ambiental em área de manancial

Liberação foi realizada pelo Comitê da Bacia do Alto Tietê após compatibilização da legislação municipal Santo André, 6 de outubro de 2021 – A Prefeitura de Santo André, por meio do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), voltará a licenciar atividades e empreendimentos nas áreas de manancial do município. Os pedidos serão feitos de forma digital pelo sistema Acto (https://santoandre.inmov.net.br/) a partir de 5 de novembro. Santo André interrompeu o licenciamento em áreas de APRM (Áreas...