22/06/2016 Seminário sobre meio ambiente e mobilidade urbana reúne mais de 160 pessoas em S. André

Com patrocínio da Caixa e Governo Federal, evento do Semasa debateu as questões de mobilidade urbana e saúde ambiental nas grandes cidades

Santo André, 22 de junho de 2016 – O Semasa, com patrocínio da Caixa e Governo Federal, promoveu ontem, 21 de junho, o Seminário “A Cidade Ideal e a Cidade Real: Meio Ambiente e Mobilidade Urbana”. A atividade foi parte das comemorações do Mês do Meio Ambiente de Santo André e teve como objetivo o debate de alternativas que contribuam para a solução dos problemas relacionados à mobilidade urbana e à saúde ambiental nas grandes cidades. Mais de 160 pessoas participaram do evento.

A primeira mesa teve como tema “Ferramentas da política pública e os desafios regionais” e foi composta pela coordenadora de Programas e Projetos do Consórcio Intermunicipal Grande ABC, Sandra Malvese, pela secretária do Núcleo de Planejamento e Gestão do Trânsito de Santo André, Teresa Reis, e o superintendente do Semasa, Sebastião Ney Vaz Júnior., que está sendo elaborado pelo Consórcio para qualificar e integrar os modais de transporte da região. Teresa Reis apresentou em seguida o Programa de Mobilidade Urbana Sustentável de Santo André, que tem como principais objetivos priorizar a circulação do transporte coletivo na cidade, melhorar o sistema viário, permitir a conexão e a continuidade dos corredores, entre outros. Na sequência, Sebastião Ney Vaz Júnior tratou sobre o grande crescimento das cidades, o surgimento de metrópoles e como a questão da mobilidade urbana tornou-se um desafio.

0190

Na segunda mesa do dia, os palestrantes abordaram o tema “Modais alternativos e o reflexo no meio ambiente e saúde: mobilidade limpa e sustentável”. Participaram do debate o pesquisador do Laboratório de Poluição Atmosférica Experimental e do Núcleo de Estudos de Epidemiologia Ambiental da Faculdade de Medicina da USP, Luiz Alberto Amador Pereira, a gerente comercial da Eletra Industrial, Iêda Maria Alves Oliveira, e o professor de Mobilidade Urbana do Curso de Engenharia, Modelagem e Ciências Sociais Aplicadas da Universidade Federal do ABC (UFABC), Humberto Paiva Júnior.

Luiz Alberto Amador Pereira expôs dados sobre os impactos das mudanças climáticas na saúde humana e da relação entre poluição atmosférica e qualidade de vida do ponto de vista fisiopatológico. Iêda Maria Alves Oliveira Oliveira falou sobre os ônibus elétricos e híbridos do ABC – projetos modernos e adaptados à realidade urbana-ambiental. Por último, Humberto Paiva Júnior destacou o conflito entre sustentabilidade e economia, bem como as mudanças necessárias no cenário atual para progredir de maneira sustentável.

Na parte da tarde, a terceira e última mesa do dia debateu “Planejamento: urbano e ambiental – indissociável” e teve a participação de Fernando Felippe Viegas, coordenador de pós-graduação lato-sensu da associação Escola da Cidade, Jeroen Johannenes Klink e Francisco de Assis Comarú, respectivamente, coordenador de mestrado e orientador de mestrado e doutorado do Programa Planejamento e Gestão de Território da UFABC.

0267

Fernando Felippe Viegas apresentou um projeto de revitalização desenvolvido para a região do Parque Dom Pedro II, na cidade de São Paulo. O espaço, que antigamente era, de fato, um parque, perdeu-se para a urbanização acelerada e desconectada da cidade. Felipe deu exemplos de como esses processos, na região metropolitana de São Paulo, nunca priorizaram a questão sustentável, isolando e comprometendo áreas vedes e rios. Jeroen Johannenes Klink discutiu a metrópole, ocupação territorial e as estratégias de desenvolvimento sustentável. Francisco de Assis Comarú falou sobre a desigualdade como vetor de problemas ambientais e urbanos e de como essas questões ameaçam, cada vez mais, a saúde e civilidade humana.

O evento também contou com a participação do artista plástico Guilherme Augusto “Gafi”, convidado pelo Semasa, que finalizou, no saguão do anfiteatro, um painel de sua série Agentes Concretos. Nela, Gafi faz aquarelas a partir de imagens de trabalhadores urbanos (operários, garis, coletores), nas quais os modelos aparecem com suas roupas em movimento, mas dentro delas eles próprios se mantêm invisíveis. A obra é uma crítica ao tratamento que parte da sociedade costuma reservar a esses trabalhadores importantes para a manutenção da cidade e está exposta no corredor de entrada da sede do Semasa.

0077

ImprimirGerar PDFEnvie para um amigo

NOTÍCIAS

Piscinão Bom Pastor ganha intervenção para diminuir risco de transbordamento

08/03/2021: Piscinão Bom Pastor ganha intervenção para diminuir risco de transbordamento

Semasa construiu um muro de contenção em trecho do equipamento que fica ao lado de residências Santo André, 8 de março de 2021 – O Piscinão do Jardim Bom Pastor, em Santo André, recebeu uma intervenção que tem como objetivo minimizar a ocorrência de transbordamento durante o período de fortes chuvas, como tem ocorrido nas últimas semanas. O Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) construiu um muro de contenção em um trecho do reservatório que fica...

Funcionamento dos serviços do Semasa | Fase Vermelha – de 6 a 19/3/2021

05/03/2021: Funcionamento dos serviços do Semasa | Fase Vermelha – de 6 a 19/3/2021

Em atendimento aos decretos do Prefeito Paulo Serra, publicados nesta sexta-feira (5), que dispõem sobre as regras e determinações para cumprimento da Fase Vermelha do Plano São Paulo de combate à pandemia de Covid-19, informamos: Atendimento ao usuário e ordens de serviço O atendimento ao público, realizado pelo Posto de Atendimento do Semasa, está suspenso temporariamente até dia 19/3. A autarquia entrará em contato com os moradores que já haviam agendado atendimento para estes dias e, no retorno, também...

No mês da mulher, Semasa oferece minicurso on-line sobre igualdade de gênero e relação com o meio ambiente

04/03/2021: No mês da mulher, Semasa oferece minicurso on-line sobre igualdade de gênero e relação com o meio ambiente

Tema integra os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU Santo André, 4 de março de 2021 – A equipe de Educação Ambiental do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) inicia em março uma série de pocket cursos sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU. E, para celebrar o Dia da Mulher, a primeira formação será sobre o ODS número cinco, que trata justamente sobre igualdade de gênero. A série de minicursos, que é totalmente on-line e...

Com aumento de casos de coronavírus, Semasa reforça desinfecção de ruas e avenidas

27/02/2021: Com aumento de casos de coronavírus, Semasa reforça desinfecção de ruas e avenidas

Serviço de limpeza é feito principalmente próximo a unidades de saúde, hospitais de campanha e locais onde há maior fluxo de pessoas Santo André, 27 de fevereiro de 2021 – Em meio ao aumento de diagnósticos positivos do novo coronavírus, as equipes do setor de drenagem do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) intensificaram os trabalhos de desinfecção de ruas e avenidas do município, o que ajuda a prevenir novos casos de contágio. A limpeza das...