06/12/2015 Pista de caminhada vira orgulho dos moradores da região do Guaixaya

Santo André, 6 de dezembro de 2015 – Uma nova pista de caminhada ajardinada, com 500 metros de extensão ao longo do córrego Guaixaya, é o novo orgulho dos moradores da avenida das Nações. A obra foi entregue oficialmente à população hoje pela manhã, juntamente com a segunda etapa de canalização do córrego, que fica na avenida das Nações, no Parque Novo Oratório.

DSC03459

Pista de caminha é ladeada por jardim e cercas

“Eu me sinto privilegiada. Esta canalização melhorou muito a avenida. E eu já estou aproveitando e caminhando duas vezes por dia nesta pista nova. Fui a primeira a pisar nela quando a obra terminou”, disse a aposentada Antonia Rodrigues Garcia, que mora na avenida das Nações desde a década de 1950.

DSC03498

Antonia caminha duas vezes por dia na pista

Segundo trecho – A canalização do Guaixaya entre as ruas Estônia/América do Sul e Jorge Beretta/Eduardo Prado, com o 700 metros de extensão, foi o segundo trecho da obra entregue pelo prefeito Carlos Grana. Realizada pelo Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), a canalização total terá 1.550 metros de extensão e termina em 2016. O primeiro trecho, inaugurado em abril, compreendeu outros 700 metros, entre o córrego Oratório e as ruas América do Sul/Estônia.

Além da pista de caminhada ladeada por mudas de árvores, o trecho ganhou novas faixas de rolamento na avenida das Nações, com asfaltamento, e passarela metálica para pedestres com piso adaptado para cadeirantes.

Já a pista de caminhada, além do jardim, recebeu cercas metálicas dos dois lados, o que dá mais segurança aos pedestres. Originalmente, o equipamento não estava no projeto da obra. A ideia, porém, surgiu durante a canalização, quando a equipe técnica do Semasa percebeu que havia espaço suficiente e conseguiu os recursos para implantá-la.

Os moradores contaram que estão atentos à preservação e manutenção das benfeitorias implementadas no local. “Eu moro aqui há 40 anos e nunca tivemos isso. As casas sempre enchiam quando chovia. Agora, após a obra, este córrego está a coisa mais linda do mundo. Mas ainda tem quem jogue lixo, acredita? Por isso, se vejo algum lixo, já tiro ou aviso sobre problema. Virei fiscal do córrego”, afirma a dona de casa Marlene Ramos.

DSC03482

Marlene é “fiscal do córrego”

Maior obra contra enchentes – A canalização do córrego Guaixaya é a maior obra contra enchentes em execução em Santo André atualmente. As intervenções têm o objetivo de melhorar o escoamento de água e diminuir a incidência de cheias na região.

O projeto consiste na ampliação da calha e na recuperação hidráulica de 1.550 metros do córrego, entre a rua Eduardo Prado e o córrego Oratório. A qualidade da água do córrego também tem sido monitorada pelo Semasa, que faz um trabalho na região para eliminar os lançamentos irregulares de esgoto no curso d’água. Os resultados já podem ser observados no local, com uma água já mais límpida. “Esta é uma obra de qualidade. Eu me lembro quando vim aqui antes do início da obra, em 2013, o córrego estava desbarrancando. Agora, até a água está mais limpa”, afirmou o prefeito Carlos Grana durante a entrega do trecho aos moradores.

As intervenções beneficiam diretamente cerca de 160 mil moradores dos bairros Parque Erasmo Assunção, Parque Oratório e Parque Novo Oratório. Indiretamente, o benefício da obra é bem maior, principalmente para o tráfego de veículos. Financiada pela Caixa Econômica Federal com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), e contrapartidas do Semasa, a obra terá investimentos na ordem de R$ 34 milhões.

ImprimirGerar PDFEnvie para um amigo

NOTÍCIAS

Prefeitura inicia construção de  segundo ecoponto no Jardim Santo André

25/11/2022: Prefeitura inicia construção de segundo ecoponto no Jardim Santo André

Santo André, 25 de novembro de 2022 – A Prefeitura de Santo André, por meio da Secretaria de Manutenção e Serviços Urbanos, está construindo mais um ecoponto no Jardim Santo André. O bairro é um dos que mais sofrem com descarte irregular de resíduos, o que agrava problemas de enchentes, alagamentos e a poluição do meio ambiente. As obras ocorrem na Rua da Visão e a nova unidade será batizada de Estação de Coleta Jardim Santo André. Com a...

Santo André recebe novo drive-thru para descarte correto de eletroeletrônicos, pilhas e lâmpadas fluorescentes

23/11/2022: Santo André recebe novo drive-thru para descarte correto de eletroeletrônicos, pilhas e lâmpadas fluorescentes

Ação já permitiu a reciclagem de mais de 12 toneladas e vai acontecer nos dias 25 e 26 de novembro, no Paço Municipal Santo André, 23 de novembro de 2022 – Santo André recebe nos dias 25 e 26 de novembro (sexta e sábado) um ponto de coleta especial para descarte de resíduos eletrônicos, pilhas e lâmpadas fluorescentes. A ação é promovida desde 2020 pelo Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) em parceria com a Green...

Prestes a virar lei, programa Moeda Verde comemora 5 anos

22/11/2022: Prestes a virar lei, programa Moeda Verde comemora 5 anos

Iniciativa que troca recicláveis por alimentos consagrou-se como a principal política pública socioambiental de Santo André Santo André, 22 de novembro de 2022 – Há cinco anos, reciclar em Santo André gera comida na mesa a famílias em situação de vulnerabilidade social, amplia a segurança alimentar e a limpeza dos bairros da cidade. Todas essas melhorias ocorrem graças ao programa Moeda Verde, que, nesta terça-feira (22), completa 1.825 dias de existência, trazendo mais qualidade de vida para cerca de...

Pandemia aumenta em 47% o número de catadores de recicláveis em Santo André

18/11/2022: Pandemia aumenta em 47% o número de catadores de recicláveis em Santo André

Até 2020, 579 profissionais trabalhavam com essa atividade; após aquele ano, 274 pessoas passaram a recolher e vender esse tipo de material no município Santo André, 18 de novembro de 2022 – Ao andar ou trafegar de veículo pelas ruas de Santo André nesses últimos dois anos é possível notar que houve aumento significativo de pessoas que recolhem materiais recicláveis. Os novos catadores autônomos de resíduos secos, como também são conhecidos, passaram a exercer essa atividade após perder o...