18/08/2015 Composteiras começam a ser entregues nas escolas públicas municipais de S. André

Santo André, 18 de agosto de 2015 – A Emeief Dom Jorge Marcos de Oliveira, no Condomínio Maracanã, foi a primeira escola da cidade a receber a composteira para resíduos orgânicos, que faz parte do projeto do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) em parceria com a ONG Instituto Cresce Brasil e com a Secretaria de Educação da Prefeitura de Santo André.

DSC_0330A entrega do equipamento foi feita hoje (18/8) pelo prefeito Carlos Grana, em cerimônia que contou com a presença do Secretário de Educação, Gilmar Silvério, do Superintendente do Semasa, Sebastião Ney Vaz Jr., da representante do ICB (Instituto Cresce Brasil), Adriana Muniz, da Diretora da EMEIEF Dom Jorge Marcos de Oliveira, Michelly Ferreira, do Diretor do Departamento de Resíduos Sólidos do Semasa, Edi Ferreira dos Santos, da Diretora de Gestão Ambiental do Semasa, em substituição, Débora Stefanelli, da representante do Conselho da Escola, Cristiane de Oliveira Siqueira, e da representante do Conselho Mirim, Giovana Moreira da Silva.
As atividades de formação vinculadas ao projeto ficarão sob a responsabilidade da Gerência de Educação Ambiental do Semasa, em conjunto da Secretaria de Educação do município. A iniciativa tem o objetivo de contribuir com a coleta seletiva na cidade, mostrar aos alunos os problemas que envolvem a geração de resíduos e dar à comunidade escolar alternativas viáveis para o tratamento do material orgânico. Durante a cerimônia, o prefeito Carlos Grana citou outras ações voltadas à educação ambiental na cidade, realizadas em parceria com o Semasa. “Nós estamos engajados com essas mudanças, pensadas para o bem do município e do meio ambiente. Sendo essa a primeira escola escolhida para receber a composteira, temos certeza de que darão o exemplo.”

No total, foram adquiridas 100 composteiras, sendo 10 do tipo ecopedagógicas, feitas de plástico transparente que permitem aos professores mostrarem aos estudantes o passo a passo do processo da compostagem, mesmo em um ambiente interno da escola. As outras 90 são de plástico bem resistente e não transparente e vão receber os resíduos orgânicos gerados na escola, ou seja, restos de alimentos não processados, como cascas de frutas, legumes, verduras, grãos e ovos, entre outros. O material que resultar do processo deve ser usado em hortas ou jardins da própria escola ou pela comunidade.

DSC_0281
A entrega das composteiras está vinculada a um processo de formação que visa propiciar às escolas participantes subsídios para multiplicação das informações aprendidas dentro da comunidade escolar. De uma forma mais abrangente a formação é toda pautada no programa de coleta seletiva de Santo André, da qual a compostagem é parte importante. Nesse sentido, numa parceira entre Semasa, Secretaria de Educação e Secretaria de Gestão dos Recursos Naturais de Paranapiacaba e Parque Andreense, foi criado o Roteiro Coleta Seletiva, que integra visitas pedagógicas à Escola de Formação Ambiental Billings, ao Aterro e ao Parque Escola. Ao final do processo, as escolas receberão a composteira.

O primeiro roteiro de visitação acontecerá neste semestre. As inscrições para as escolas municipais interessadas estão abertas até o dia 20 de agosto e contemplarão, prioritariamente, as 20 unidades escolares municipais que já fazem parte do Programa Mais Educação do Governo Federal. As vagas remanescentes estão abertas às demais escolas municipais.

ImprimirGerar PDFEnvie para um amigo

NOTÍCIAS

Com aumento de casos de coronavírus, Semasa reforça desinfecção de ruas e avenidas

27/02/2021: Com aumento de casos de coronavírus, Semasa reforça desinfecção de ruas e avenidas

Serviço de limpeza é feito principalmente próximo a unidades de saúde, hospitais de campanha e locais onde há maior fluxo de pessoas Santo André, 27 de fevereiro de 2021 – Em meio ao aumento de diagnósticos positivos do novo coronavírus, as equipes do setor de drenagem do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) intensificaram os trabalhos de desinfecção de ruas e avenidas do município, o que ajuda a prevenir novos casos de contágio. A limpeza das...

Santo André intensifica diálogo social para promover maior transparência sobre o Complexo Viário Cassaquera

26/02/2021: Santo André intensifica diálogo social para promover maior transparência sobre o Complexo Viário Cassaquera

Santo André, 26 de fevereiro de 2021 – Com o objetivo de promover uma maior aproximação dos moradores de Santo André com as obras do Complexo Viário Cassaquera, o Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) voltou a realizar reuniões com a população. Nesta semana, nos dias 23 e 25, profissionais da autarquia se reuniram com pessoas que residem nos bairros Centreville, Parque Gerassi, Vila Guarani e Vila Homero Thon para apresentar informações sobre as obras de canalização...

Semasa abre licitação para construção de dez Estações de Coleta

24/02/2021: Semasa abre licitação para construção de dez Estações de Coleta

Expectativa é entregar os novos equipamentos ainda neste ano Santo André, 24 de fevereiro – O Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) abriu nesta quarta-feira (24) licitação internacional para contratar empresa para construir mais dez Estações de Coleta na cidade. A execução do projeto executivo dos novos equipamentos e as obras fazem parte do Programa Sanear Santo André, cujas intervenções são financiadas parcialmente pela CAF – Banco de Desenvolvimento da América Latina. A previsão da autarquia...

Semasa e GCM firmam parceria para coibir furto de equipamentos de drenagem na Vila Luzita

19/02/2021: Semasa e GCM firmam parceria para coibir furto de equipamentos de drenagem na Vila Luzita

Desde janeiro, 19 ralos grelhas sumiram do calçadão na rua Alcides Maia; falta de dispositivos pode ocasionar acidentes e alagamentos Santo André, 19 de fevereiro de 2021 – O Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) e a GCM (Guarda Civil Municipal) estão trabalhando juntos para coibir um problema que vem ocorrendo no calçadão da rua Alcides Maia, na Vila Luzita: o furto de ralos grelhas. Desde janeiro, 19 dispositivos – que são fundamentais para captar a...