27/03/2015 Queda de árvores é a principal preocupação da população de Santo André durante verão

Santo André, 27 de março de 2015 – A ação dos fortes ventos que atingiram a região metropolitana no último verão sobre as árvores da cidade foi a principal preocupação dos moradores de Santo André durante o período. As ventanias fizeram subir em 38% as solicitações pela população de vistorias em árvores, que são realizadas pelo Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), através Defesa Civil.

Entre 1º de dezembro e 22 de março, foram 365 ligações informando problemas com quedas de galhos ou árvores, ou pedindo análise de risco de queda. No verão 2013/2014 foram 264 solicitações do tipo. Além do Semasa, também recebem solicitação de vistoria em árvores o Departamento de Parques e Áreas Verdes e a AES Eletropaulo.

A preocupação com as árvores superou até o número de pedidos de vistorias em edificações, que costuma liderar as solicitações para a Defesa Civil durante o verão. Foram 319 chamados para checagens em edificações, seguidos de 62 para muros. A maior ventania do período foi registrada em 29 de dezembro, quando as rajadas atingiram 97,8 km/h, derrubando várias árvores.

Muita chuva, mas menos enchentes – Apesar de o verão em Santo André ter tido altos índices pluviométricos, bem acima do verificado em anos anteriores (ver tabela abaixo), a cidade não registrou desabrigados ou feridos.

“Em comparação com anos anteriores, a cidade teve melhor desempenho e resiliência diante do grande índice pluviométrico, com menor incidência de deslizamentos, muito em decorrência doPlano Municipal de Redução de Riscos (PMRR)”, explica a diretora de Defesa Civil, Débora Diogo. Com o PMRR, mais de 300 moradias foram retiradas de áreas de risco pela Prefeitura de Santo André.

E ainda, apesar de as chuvas terem sido mais intensas, o número de enchentes e alagamentos foi quase 73% inferior ao do ano passado: 15 contra 55 no período 2013/2014.

Para a Débora, o resultado só reforça a certeza de que as medidas de prevenção adotadas antes e durante o período de verão são o caminho para se evitar os danos das chuvas. No total, foram 46 vistorias preventivas em áreas vulneráveis a danos das chuvas.

Além de toda limpeza preventiva feita antes do início do verão, desde 1º de dezembro até o final de fevereiro o Departamento de Manutenção e Operação do Semasa realizou a limpeza de 18.388 bocas de lobo, capinou 640 mil m² de córregos e retirou 8.221 toneladas de resíduos de córregos, o que colaborou para evitar alagamentos.

Janeiro foi o mês mais chuvoso, com 702mm, contra 367mm de janeiro/2014. No dia 26 de janeiro, a cidade registrou sua ocorrência mais grave relacionada à chuva, com o transbordamento do córrego Guarará e a inundação do Núcleo Maurício de Medeiros. Só neste dia, em uma hora, choveu 87mm.

Assistência humanitária – Durante o período de verão, cerca de 40 pessoas – vítimas de inundação, desabamento ou incêndio – receberam assistência humanitária da Defesa Civil.

Veja as principais ocorrências registradas pela Defesa Civil no verão de 2104/2015 em comparação com 2013/2014.

Ocorrência 2013/2014 2014/2015
Vistoria em árvore 264 365
Vistoria edificação 326 319
Vistoria em muro 37 62
Deslizamento/Escorregamento/

Desbarrancamento/

7 55
Enchente/Inundação/Alagamento 55 15

 

Compare os índices pluviométricos deste verão e dos anteriores.

Índices Pluviométricos em Milímetros
Ano Dezembro Janeiro Fevereiro Março
2015 ———– 702,06 539,7 470 (até dia 22)
2014 603,5 367,2 164,7 270,3
2013 142,8 326,2 433,1 204,3
2012 362,1 317,8 228,2 140,8
2011 388,5 462,2 275,03 207,7
2010 266,3 524,3 304,5 176,6
2009 317,0 271,1 264,7 142,2

 

 

ImprimirGerar PDFEnvie para um amigo

NOTÍCIAS

CAF abre chamamento internacional para contratação de projetos executivos de obras antienchente em Santo André

11/05/2021: CAF abre chamamento internacional para contratação de projetos executivos de obras antienchente em Santo André

Banco internacional financiará estudos de canalização dos córregos Taióca e Maurício de Medeiros, além de outras intervenções; verba investida não precisará ser devolvida pelo município Santo André, 11 de maio de 2021 – A  CAF (Banco de Desenvolvimento da América Latina) abriu chamamento internacional para a contratação de projetos executivos de obras de drenagem e controle de enchentes na região dos córregos Maurício de Medeiros (Jardim Irene), Taióca (próximo ao Parque Estadual da Chácara Baronesa, na divisa com São Bernardo do...

Parquedo Pedroso vai ganhar wi-fi e câmeras de monitoramento

10/05/2021: Parquedo Pedroso vai ganhar wi-fi e câmeras de monitoramento

Melhorias fazem parte do pacote de compensação ambiental que a área verde tem recebido Santo André, 10 de maio de 2021 – O Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) inicia este mês serviços e obras para implantação de wi-fi e câmeras de monitoramento no Parque Natural do Pedroso.Os novos serviços fazem parte do pacote de melhorias que a área verde tem recebido desde o ano passado, por meio de compensação ambiental, e integram o plano de...

Superintendente do Semasa e assessor do prefeito Paulo Serra visitam Aterro Sanitário

06/05/2021: Superintendente do Semasa e assessor do prefeito Paulo Serra visitam Aterro Sanitário

Durante a vistoria, também foi possível acompanhar o trabalho das cooperativas de reciclagem Santo André, 6 de maio de 2021 – O superintendente do Semasa, Gilvan Junior, e o assessor especial do prefeito, João Veríssimo Fernandes, visitaram na tarde desta quinta-feira (6) o Aterro Sanitário Municipal de Santo André. Acompanhando de outros assessores da autarquia, o grupo foi recebido pelo diretor de resíduos sólidos, Ednilson Ferreira dos Santos, e pelo gerente do aterro, Eudes Farina Grandolpho. O Aterro Sanitário...

Curso on-line do Semasa discute a relação entre a tecnologia e o meio ambiente

05/05/2021: Curso on-line do Semasa discute a relação entre a tecnologia e o meio ambiente

Iniciativa abordará quais são as alternativas de tecnologias ambientais sustentáveis diante do esgotamento de recursos naturais Santo André, 5 de maio de 2021 – Para discutir mais sobre os caminhos e a relação entre a tecnologia e o meio ambiente, a Educação Ambiental do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) oferece em maio o minicurso on-line ‘Tecnologia e Meio Ambiente: uma relação possível?’. A formação faz parte do Programa Sensibilizando Olhares, Compartilhando Saberes e integra também...