04/03/2015 Padaria muda hábitos, reduz consumo de água em 25% e vira inspiração

Estabelecimentos comerciais também devem ser exemplo de boas práticas em prol do bom uso e economia de água. Afinal, eles lidam com público e podem, sim, inspirar seus clientes e funcionários.

DSC_0099

Funcionário mostra máquina de lavar louça

A padaria Bella Vitória, da Vila Floresta, é um desses exemplos. A direção do local empreendeu desde o ano passado uma série de adaptações para reduzir o consumo da água, que inclui compra de máquinas de lavar louça, ampliação da caixa de água e uso de redutores de pressão em todas as torneiras.
Mas, além do investimento, o dono da padaria, Fortunato José de Queiróz, explica que o importante também foi conversar e mudar os hábitos de seus funcionários. Afinal, são 123 pessoas que trabalho local.

“Tenho essa preocupação (de economia de água) desde 2008. Porque o gasto de água em uma padaria e restaurante é muito alto e tem muito desperdício. Sempre fui, por exemplo, conversando com funcionários e colocando na cabeça deles que tem de ensaboar xícaras com a torneira fechada, ou só lavar quando a pia está mais cheia”, contou.

DSC_0096

Talheres ficam de molho antes de entrarem na máquina

Sujeira no molho – Em 2014, o empresário resolveu investir mais e adquiriu duas máquinas de lavar louças. Uma delas, de balcão, gasta 18 litros de água durante 6 horas de operação lavando principalmente xícaras. Uma outra, industrial, gasta 100 litros a cada duas horas quando está operando e é utilizada para as louças das refeições. “Antes, porém, retiramos os resíduos e deixamos os talheres de molho, porque assim a sujeira amolece e fica mais fácil para lavar”, explica Queiroz. O investimento, segundo ele, foi alto, mas compensou por causa da economia alcançada ao longo de 2014.
“Com tudo, a economia de água foi de 25%”, disse.

DSC_0111

Luiz Cortez toma conta dos recicláveis

Reciclagem – A preocupação da padaria com o meio ambiente não se restringe à economia de água. O estabelcimento tem também uma área de descarte de resíduos recicláveis bem limpa e organizada.

Todo material é separado e fica em gaiolas suspensas enquanto não é vendido ou doado. Cada gaiola tem um tipo de produto: papelão, alumínio, plástico, vidros. A ideia foi do manobrista Luiz Cortez, de 54 anos, que também se incumbiu de fazer a separação dos materiais e dar a destinação correta a eles.
“Valorizo todas essas ações porque sei que estou fazendo a minha parte. E são nossos filhos que vão colher o que estamos plantando hoje”, diz Queiroz.

ImprimirGerar PDFEnvie para um amigo

NOTÍCIAS

Semasa entrega doação com mais de 850 brinquedos à Campanha Santo André Solidária

15/05/2021: Semasa entrega doação com mais de 850 brinquedos à Campanha Santo André Solidária

Itens foram arrecadados nas Estações de Coleta de Santo André Santo André, 15 de maio de 2021 – Em reforço à campanha Santo André Solidária, realizada pelo Fundo Social de Solidariedade, o Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) entregou nesta última sexta-feira (14/5) uma doação com mais de 850 brinquedos, recebidos nas Estações de Coleta do município. A partir deste mês, os 21 ecopontos de Santo André tornaram-se pontos de arrecadação de itens da campanha, como...

Curso do Semasa aborda os benefícios que as plantas promovem para a saúde

12/05/2021: Curso do Semasa aborda os benefícios que as plantas promovem para a saúde

Santo André, 12 de maio de 2021 – Neste momento de pandemia, em que as pessoas passam mais tempo reclusas em casa, as plantas podem ser ótimas aliadas para proporcionar bem-estar. Para abordar os benefícios que esses seres vivos promovem à nossa saúde, a equipe de Educação Ambiental do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) irá promover neste mês o pocket curso on-line ‘Um jardim no apartamento: reconecte-se com a terra e a alquimia do cuidar...

CAF abre chamamento internacional para contratação de projetos executivos de obras antienchente em Santo André

11/05/2021: CAF abre chamamento internacional para contratação de projetos executivos de obras antienchente em Santo André

Banco internacional financiará estudos de canalização dos córregos Taióca e Maurício de Medeiros, além de outras intervenções; verba investida não precisará ser devolvida pelo município Santo André, 11 de maio de 2021 – A  CAF (Banco de Desenvolvimento da América Latina) abriu chamamento internacional para a contratação de projetos executivos de obras de drenagem e controle de enchentes na região dos córregos Maurício de Medeiros (Jardim Irene), Taióca (próximo ao Parque Estadual da Chácara Baronesa, na divisa com São Bernardo do...

Parquedo Pedroso vai ganhar wi-fi e câmeras de monitoramento

10/05/2021: Parquedo Pedroso vai ganhar wi-fi e câmeras de monitoramento

Melhorias fazem parte do pacote de compensação ambiental que a área verde tem recebido Santo André, 10 de maio de 2021 – O Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) inicia este mês serviços e obras para implantação de wi-fi e câmeras de monitoramento no Parque Natural do Pedroso.Os novos serviços fazem parte do pacote de melhorias que a área verde tem recebido desde o ano passado, por meio de compensação ambiental, e integram o plano de...