12/11/2014 Logística reversa deve desonerar municípios

Foto1Santo André, 12 de novembro de 2014 – Além da água e do esgotamento sanitário, as questões relacionadas à destinação dos resíduos sólidos também fazem parte da problemática do saneamento ambiental. Diante disso, o 5º painel do 8º Seminário de Tecnologia em Saneamento Ambiental da Assemae, realizado em Santo André, em parceria com o Semasa (Serviço Municipal de Saneaento Ambiental de Santo André), abordou os impactos para os municípios da coleta seletiva e da logística reversa de embalagens em geral, prevista na Política Nacional de Resíduos Sólidos.

Para o representante da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Valdemir Goldmeier, o acordo setorial para a implantação da logística reversa, que tem sido encaminhada pelo governo federal juntamente com a indústria, está demorando muito para sair do papel, o que obriga os municípios a arcarem com os custos da destinação correta, mesmo sem ter condições orçamentárias para isso. “Tudo acaba sendo pago ou subsidiado pelo município. Já se passaram 4 anos da aprovação da lei e todas as cobranças recaem sobre os gestores municipais. A gente se sente enrolado pela indústria. Ao que parece, todo mundo ganha tempo porque o bobo do prefeito paga a conta”, disse.

O diretor de Resíduos Sólidos do Semasa, Edi Ferreira dos Santos, disse que há uma expectativa grande pela aprovação do acordo também para desonerar o município. Em Santo André, é o município quem paga a destinação de vários resíduos que deveriam ser reabsorvidos pela indústria. “Hoje nós pagamos pela destinação correta de pilhas e baterias, transportamos pneus, tratamos lâmpadas”, disse Edi Ferreira dos Santos, lembrando que mesmo com a coleta seletiva implantada na cidade 15 anos atrás, ainda há muita embalagem seguindo para o aterro municipal.

Zilda Veloso, diretora do Departamento de Ambiente Urbano do Ministério do Meio Ambiente, disse que o processo para a elaboração do acordo é realmente demorado porque envolve várias etapas. Ela destacou, porém, que o acordo para a logística reversa de embalagens está em consulta pública até o próximo dia 20, com previsão de ser assinado no primeiro semestre do ano que vem. “Recebemos 870 propostas de alteração do texto.”

O 8º Seminário a Assemae será encerrado nesta quarta-feira. O último debate do evento, sobre a gestão da qualidade dos serviços de saneamento básico, começa às 9h, no Teatro Municipal de Santo André.

ImprimirGerar PDFEnvie para um amigo

NOTÍCIAS

Semasa retoma atendimento técnico de licenciamento ambiental de forma presencial

30/09/2022: Semasa retoma atendimento técnico de licenciamento ambiental de forma presencial

Interessados poderão tirar dúvidas sobre processos e pedidos ambientais em tramitação  Santo André, 30 de setembro de 2022 – Para facilitar o acesso à informação e sanar dúvidas dos interessados que ingressam com processos de licenciamento ambiental junto ao Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), a autarquia vai retomar o Atendimento Técnico de Licenciamento Ambiental de forma presencial, a partir da próxima segunda-feira (3/10). O atendimento ocorrerá apenas com agendamento prévio e deverá ser diretamente com...

Santo André estreia Moeda Verde Itinerante para beneficiar novas comunidades

24/09/2022: Santo André estreia Moeda Verde Itinerante para beneficiar novas comunidades

Jardim Utinga recebeu neste sábado novo modelo da ação realizada pelo Fundo Social de Solidariedade e Semasa   Santo André, 24 de setembro de 2022 – Principal política pública socioambiental de Santo André, o programa Moeda Verde começou a ser realizado em um novo formato neste sábado (24) para fazer com que mais pessoas possam trocar recicláveis por frutas, legumes e verduras, ampliando a segurança alimentar e a reciclagem, ao mesmo tempo em que contribui para a limpeza da...

ProAr vistoria e aprova 98% da frota municipal de ônibus

21/09/2022: ProAr vistoria e aprova 98% da frota municipal de ônibus

Emissões dos veículos foram aferidas pelo Semasa Santo André, 21 de setembro de 2022 – As aferições do ProAr (Programa de Qualidade do Ar) realizadas nos ônibus que compõem a frota pública municipal chegaram ao fim e aprovaram 98% dos veículos em atividade. Os agentes da Fiscalização Ambiental do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) vistoriaram 311 ônibus, sendo que 307 receberam o selo de aprovação, o que significa que as emissões estavam dentro dos padrões...

Doações nas Estações de Coleta de Santo André ultrapassam 95 mil itens no primeiro semestre

20/09/2022: Doações nas Estações de Coleta de Santo André ultrapassam 95 mil itens no primeiro semestre

Volume é 70% superior ao mesmo período de 2021 e demonstra o espírito de solidariedade da cidade Santo André, 20 de setembro de 2022 – Os andreenses seguem engajados em espalhar o bem e ajudar quem mais precisa. Demonstração disso é que as doações recebidas nas Estações de Coleta do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) subiram 70% neste primeiro semestre de 2022, na comparação com o mesmo período do ano passado, com mais de 95...