12/11/2014 Logística reversa deve desonerar municípios

Foto1Santo André, 12 de novembro de 2014 – Além da água e do esgotamento sanitário, as questões relacionadas à destinação dos resíduos sólidos também fazem parte da problemática do saneamento ambiental. Diante disso, o 5º painel do 8º Seminário de Tecnologia em Saneamento Ambiental da Assemae, realizado em Santo André, em parceria com o Semasa (Serviço Municipal de Saneaento Ambiental de Santo André), abordou os impactos para os municípios da coleta seletiva e da logística reversa de embalagens em geral, prevista na Política Nacional de Resíduos Sólidos.

Para o representante da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Valdemir Goldmeier, o acordo setorial para a implantação da logística reversa, que tem sido encaminhada pelo governo federal juntamente com a indústria, está demorando muito para sair do papel, o que obriga os municípios a arcarem com os custos da destinação correta, mesmo sem ter condições orçamentárias para isso. “Tudo acaba sendo pago ou subsidiado pelo município. Já se passaram 4 anos da aprovação da lei e todas as cobranças recaem sobre os gestores municipais. A gente se sente enrolado pela indústria. Ao que parece, todo mundo ganha tempo porque o bobo do prefeito paga a conta”, disse.

O diretor de Resíduos Sólidos do Semasa, Edi Ferreira dos Santos, disse que há uma expectativa grande pela aprovação do acordo também para desonerar o município. Em Santo André, é o município quem paga a destinação de vários resíduos que deveriam ser reabsorvidos pela indústria. “Hoje nós pagamos pela destinação correta de pilhas e baterias, transportamos pneus, tratamos lâmpadas”, disse Edi Ferreira dos Santos, lembrando que mesmo com a coleta seletiva implantada na cidade 15 anos atrás, ainda há muita embalagem seguindo para o aterro municipal.

Zilda Veloso, diretora do Departamento de Ambiente Urbano do Ministério do Meio Ambiente, disse que o processo para a elaboração do acordo é realmente demorado porque envolve várias etapas. Ela destacou, porém, que o acordo para a logística reversa de embalagens está em consulta pública até o próximo dia 20, com previsão de ser assinado no primeiro semestre do ano que vem. “Recebemos 870 propostas de alteração do texto.”

O 8º Seminário a Assemae será encerrado nesta quarta-feira. O último debate do evento, sobre a gestão da qualidade dos serviços de saneamento básico, começa às 9h, no Teatro Municipal de Santo André.

ImprimirGerar PDFEnvie para um amigo

NOTÍCIAS

Pioneiro na região do ABC, Programa de Coleta Seletiva de Santo André celebra 25 anos com avanços importantes

23/05/2022: Pioneiro na região do ABC, Programa de Coleta Seletiva de Santo André celebra 25 anos com avanços importantes

Mais de 200 mil toneladas de recicláveis foram reaproveitadas pelas indústrias e deixaram de ter como destino o Aterro Sanitário Municipal Santo André 23 de maio de 2022 – Foi em 1997, na Vila Pires, que Santo André começou o projeto piloto para implantar o Programa de Coleta Seletiva. O município tornou-se o primeiro da região do ABC a ter o serviço de coleta de resíduos secos porta a porta, permitindo que mais de 200 mil toneladas de metal,...

Representantes de São Carlos visitam Santo André para conhecer programa Moeda Verde

16/05/2022: Representantes de São Carlos visitam Santo André para conhecer programa Moeda Verde

Equipe do interior paulista deseja implantar iniciativa semelhante na cidade   Santo André, 13 de maio de 2022 – Moradores do Núcleo Pintassilva receberam nesta sexta-feira (13) a visita de representantes da prefeitura e da Câmara Municipal de São Carlos, cidade do interior de São Paulo, que vieram conhecer mais sobre o programa Moeda Verde.   A comitiva era formada pelo secretário de Agricultura e Abastecimento, Wellington Fábio Cervini; por representante da Secretaria de Meio Ambiente, Ciência, Tecnologia e...

Semasa, Cetesb e USP assinam protocolo de intenções para fortalecer logística reversa e ampliar reciclagem em Santo André

11/05/2022: Semasa, Cetesb e USP assinam protocolo de intenções para fortalecer logística reversa e ampliar reciclagem em Santo André

Parceria inédita na região pretende oferecer mais controle quanto à responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida e reaproveitamento de um produto   Santo André, 10 de maio de 2022 – Para ampliar os índices de reciclagem e fortalecer o processo de logística reversa em Santo André, o Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), a Cetesb e a USP – por meio da Escola Politécnica – assinaram um protocolo de intenções para implantação de um projeto piloto...

Parque do Pedroso ganha brinquedos adaptados para crianças com deficiência

07/05/2022: Parque do Pedroso ganha brinquedos adaptados para crianças com deficiência

  Área do playground recebeu gira-gira e balanço frontal duplo para cadeirantes   Santo André, 7 de maio de 2022 – O Parque Natural Municipal do Pedroso ganhou novos equipamentos de lazer para proporcionar que crianças com deficiência possam brincar e se divertir no local. A Prefeitura de Santo André, por meio do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) e da Secretaria da Pessoa com Deficiência, instalou um gira-gira e balanço frontal duplo para cadeirantes, além...