17/04/2014 Prevenção e ação integrada evitam danos das chuvas de verão

Santo André, 17 de abril de 2014 – Um total de 1.314 ocorrências, envolvendo 169 pessoas, foram atendidas pelo Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), através da Defesa Civil, durante as últimas chuvas de verão. Oito famílias ficaram desalojadas e apenas uma precisou de abrigo.

Os números fazem parte do balanço do Plano Operação Chuvas de Verão (POCV), que começou em 1º de dezembro de 2013 e se encerrou no último dia 15.

Em relação ao período 2012/2013, quando houve 1.662 atendimentos, a queda no número de ocorrências foi de 21%. Os dados também são positivos na comparação com o número de vítimas: no período anterior, foram 618 famílias desalojadas e 22 desabrigadas.

Para a diretora do Departamento de Defesa Civil, Débora Diogo, a redução no número de atendimentos em comparação com o período anterior foi uma consequência do planejamento realizado durante 2013, das ações preventivas e da integração das equipes envolvidas, que evitaram danos maiores.

“As equipes trabalharam todos os dias de forma integrada e durante todo o ano. Também recebemos equipamentos (pluviômetros) para monitoramento das chuvas, o que ajudou nas ações preventivas, além de material para dar assistência rápida às possíveis vítimas”, disse.

Trabalho constante

A prevenção foi feita antes, mas também durante o período de chuvas. Só nos meses de dezembro, janeiro e fevereiro, mais de 686 mil m² de córregos e piscinões foram capinados e roçados e 17.735 bocas-de-lobo foram limpas. Além disso, pela primeira vez, a Defesa Civil enviou alertas de chuva via SMS para moradores interessados. Foram mais de 16.600 alertas enviados.

A Defesa Civil também realizou 274 interdições preventivas em imóveis de áreas de risco muito alto, apontados em análise do IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas). Desses, a Prefeitura já removeu 162 famílias, que estão recebendo aluguel social até que os projetos habitacionais previstos sejam realizados para atendê-las.

Isenção facilitada

Para facilitar a vida de quem teve o imóvel atingido por um alagamento, Prefeitura e Semasa também adotaram um requerimento único para solicitar desconto na conta de água e isenção de IPTU. Tais direitos já eram garantidos por lei municipal, mas as vítimas tinham de fazer o pedido com solicitações e lugares diferentes. O requerimento único atendeu a uma solicitação de moradores de áreas suscetíveis às inundações.

Janeiro chuvoso

Das ocorrências atendidas, 634 (48%) foram em janeiro, principalmente em decorrência de inundações, com 108 pessoas assistidas (64% do total do período).  Janeiro foi o mês que registrou o maior índice acumulado de chuvas na região (367,2 mm), mas uma tempestade no dia 28 dezembro também provocou inundação na Vila América e alagamento na Vila Palmares.

Deslizamentos e desabamentos também ocorreram em janeiro no Jardim Cipreste e no Jardim Santo André.A família desabrigada foi levada ao Cesa Cata Preta, onde ficou por dois dias.

Em março e abril também ocorreram mais chuvas que em anos anteriores, mas fevereiro foi mais seco e quente em comparação ao ano anterior.

Assistência Humanitária

Das 169 pessoas assistidas durante todo POCV, a maior parte é moradora da comunidade Maurício de Medeiros (81) e da Vila América (61). Foram entregues às famílias desalojadas pelas chuvas 34 cestas básicas, 86 colchões e 57 cobertores, além de lençóis e kits de limpeza e de higiene pessoal.

ImprimirGerar PDFEnvie para um amigo

NOTÍCIAS

Com aumento de casos de coronavírus, Semasa reforça desinfecção de ruas e avenidas

27/02/2021: Com aumento de casos de coronavírus, Semasa reforça desinfecção de ruas e avenidas

Serviço de limpeza é feito principalmente próximo a unidades de saúde, hospitais de campanha e locais onde há maior fluxo de pessoas Santo André, 27 de fevereiro de 2021 – Em meio ao aumento de diagnósticos positivos do novo coronavírus, as equipes do setor de drenagem do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) intensificaram os trabalhos de desinfecção de ruas e avenidas do município, o que ajuda a prevenir novos casos de contágio. A limpeza das...

Santo André intensifica diálogo social para promover maior transparência sobre o Complexo Viário Cassaquera

26/02/2021: Santo André intensifica diálogo social para promover maior transparência sobre o Complexo Viário Cassaquera

Santo André, 26 de fevereiro de 2021 – Com o objetivo de promover uma maior aproximação dos moradores de Santo André com as obras do Complexo Viário Cassaquera, o Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) voltou a realizar reuniões com a população. Nesta semana, nos dias 23 e 25, profissionais da autarquia se reuniram com pessoas que residem nos bairros Centreville, Parque Gerassi, Vila Guarani e Vila Homero Thon para apresentar informações sobre as obras de canalização...

Semasa abre licitação para construção de dez Estações de Coleta

24/02/2021: Semasa abre licitação para construção de dez Estações de Coleta

Expectativa é entregar os novos equipamentos ainda neste ano Santo André, 24 de fevereiro – O Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) abriu nesta quarta-feira (24) licitação internacional para contratar empresa para construir mais dez Estações de Coleta na cidade. A execução do projeto executivo dos novos equipamentos e as obras fazem parte do Programa Sanear Santo André, cujas intervenções são financiadas parcialmente pela CAF – Banco de Desenvolvimento da América Latina. A previsão da autarquia...

Semasa e GCM firmam parceria para coibir furto de equipamentos de drenagem na Vila Luzita

19/02/2021: Semasa e GCM firmam parceria para coibir furto de equipamentos de drenagem na Vila Luzita

Desde janeiro, 19 ralos grelhas sumiram do calçadão na rua Alcides Maia; falta de dispositivos pode ocasionar acidentes e alagamentos Santo André, 19 de fevereiro de 2021 – O Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) e a GCM (Guarda Civil Municipal) estão trabalhando juntos para coibir um problema que vem ocorrendo no calçadão da rua Alcides Maia, na Vila Luzita: o furto de ralos grelhas. Desde janeiro, 19 dispositivos – que são fundamentais para captar a...