26/03/2014 Reabertura do Aterro traz economia de R$ 12 milhões a Santo André

Voltar a destinar 100% de resíduos domiciliares gerados na cidade para o Aterro Municipal era um dos 17 desafios do Governo Carlos Grana

 

Santo André, 17 de março de 2014 – Após seis anos fechado e cinco meses em obras, o Aterro Municipal de Santo André, em Cidade São Jorge, volta a operar com 100% de sua capacidade, recebendo todo lixo domiciliar produzido pela cidade.

 

O Semasa recebeu na última semana da Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb) a Licença de Operação (LO) do local. Com a LO, Santo André passa a ser a única cidade da região a coletar e dar destinação final na própria área do município a 100% do lixo gerado por seus moradores.

 

Medida prevista entre os 17 desafios estabelecidos pelo Plano Plurianual (PPA) Participativo do prefeito Carlos Grana, a destinação de 100% do lixo de Santo André ao Aterro, agora cumprida, também traz uma economia de R$ 12 milhões por ano à cidade, dinheiro até então gasto para destinar a maior parte do lixo da cidade para um aterro privado em Mauá.

 

Desde 2012, o Aterro Municipal só recebe cerca de 8% do lixo andreense, ou 60 das 750 toneladas geradas diariamente pelos moradores da cidade. Antes disso, entre 2010 e 2011, o espaço chegou a ficar interditado por nove meses, por receber resíduos além da capacidade permitida pela Cetesb. Ele estava há quatro anos com sua capacidade esgotada.

 

Em 2013, após a obtenção da Licença de Instalação junto à Cetesb, o Semasa iniciou as obras de ampliação. O projeto prevê que a área poderá ter uma ampliação total de 40 mil m² e foi dividido em duas etapas. A primeira delas é a que está concluída agora, com 12 mil m² prontos para receber os resíduos sólidos.  Este espaço dá ao Aterro de Santo André mais três anos de vida útil, tempo que pode ser ampliado para seis anos caso aumente a adesão da população à coleta seletiva do lixo.

 

A intervenção na segunda etapa da ampliação se dará paralelamente à operação da primeira etapa. O cronograma de obras será finalizado e apresentado à Cetesb.  As duas fases de operação darão uma vida útil total de até nove anos ao aterro. Após a conclusão de todo projeto de ampliação, o aterro terá aumento de 18,5% em relação à sua área atual, de 217 mil m².

 

Sobre o Semasa

O Serviço Municipal de Saneamento Ambiental (Semasa) é uma autarquia criada em 1969 para cuidar do fornecimento de água e coleta de esgoto em Santo André. A partir de 1997, se torna o primeiro do país a adotar o modelo de saneamento ambiental a integrar todas as dimensões de saneamento: água, esgoto, drenagem urbana, gestão de resíduos sólidos, gestão ambiental e gestão de riscos ambientais, por meio da Defesa Civil. A integração dos serviços agilizou e qualificou as ações da autarquia, além de permitir a articulação estratégica com a Política Municipal de Gestão e Saneamento Ambiental. Os serviços prestados pelo Semasa têm o certificado NBR ISO 9001/2008.

 

A respeito de Santo André

O município foi fundado oficialmente em 8 de abril de 1553. Com área de 174,38 km², está localizado no Grande ABC (Região Metropolitana de São Paulo), distante 18 km da Capital. A cidade é estratégica para o setor logístico, pois está inserida no principal polo econômico brasileiro, próxima a algumas das principais rodovias estaduais e federais, as quais dão acesso ao Porto de Santos e aos aeroportos de Cumbica e de Congonhas. Conforme último censo, divulgado em 2011, Santo André possui 678.486 habitantes. No mesmo ano, o PIB (Produto Interno Bruto) foi de R$ 16,9 bilhões, sendo o 29º maior do País e o 10º maior entre as cidades do Estado de São Paulo. O orçamento de 2014 é de R$ 3,2 bilhões.

 

Coordenadoria de Comunicação Social

Semasa – Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André

Telefones: 4433-9959 / 9659

 

ImprimirGerar PDFEnvie para um amigo

NOTÍCIAS

Com aumento de casos de coronavírus, Semasa reforça desinfecção de ruas e avenidas

27/02/2021: Com aumento de casos de coronavírus, Semasa reforça desinfecção de ruas e avenidas

Serviço de limpeza é feito principalmente próximo a unidades de saúde, hospitais de campanha e locais onde há maior fluxo de pessoas Santo André, 27 de fevereiro de 2021 – Em meio ao aumento de diagnósticos positivos do novo coronavírus, as equipes do setor de drenagem do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) intensificaram os trabalhos de desinfecção de ruas e avenidas do município, o que ajuda a prevenir novos casos de contágio. A limpeza das...

Santo André intensifica diálogo social para promover maior transparência sobre o Complexo Viário Cassaquera

26/02/2021: Santo André intensifica diálogo social para promover maior transparência sobre o Complexo Viário Cassaquera

Santo André, 26 de fevereiro de 2021 – Com o objetivo de promover uma maior aproximação dos moradores de Santo André com as obras do Complexo Viário Cassaquera, o Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) voltou a realizar reuniões com a população. Nesta semana, nos dias 23 e 25, profissionais da autarquia se reuniram com pessoas que residem nos bairros Centreville, Parque Gerassi, Vila Guarani e Vila Homero Thon para apresentar informações sobre as obras de canalização...

Semasa abre licitação para construção de dez Estações de Coleta

24/02/2021: Semasa abre licitação para construção de dez Estações de Coleta

Expectativa é entregar os novos equipamentos ainda neste ano Santo André, 24 de fevereiro – O Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) abriu nesta quarta-feira (24) licitação internacional para contratar empresa para construir mais dez Estações de Coleta na cidade. A execução do projeto executivo dos novos equipamentos e as obras fazem parte do Programa Sanear Santo André, cujas intervenções são financiadas parcialmente pela CAF – Banco de Desenvolvimento da América Latina. A previsão da autarquia...

Semasa e GCM firmam parceria para coibir furto de equipamentos de drenagem na Vila Luzita

19/02/2021: Semasa e GCM firmam parceria para coibir furto de equipamentos de drenagem na Vila Luzita

Desde janeiro, 19 ralos grelhas sumiram do calçadão na rua Alcides Maia; falta de dispositivos pode ocasionar acidentes e alagamentos Santo André, 19 de fevereiro de 2021 – O Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) e a GCM (Guarda Civil Municipal) estão trabalhando juntos para coibir um problema que vem ocorrendo no calçadão da rua Alcides Maia, na Vila Luzita: o furto de ralos grelhas. Desde janeiro, 19 dispositivos – que são fundamentais para captar a...