05/12/2013 25% do lixo comum gerado em Santo André poderia ser reciclado

Santo André, 05 de dezembro de 2013 – Pelo menos 25% do lixo que vai para o Aterro Sanitário de Santo André todos os dias poderia ser reciclado. São cerca de 162,5 toneladas de material que poderiam ser reaproveitadas na cadeia de consumo diariamente. Se isso ocorresse, o aterro andreense poderia ter sua vida útil ampliada em no mínimo 2 anos. Atualmente, Santo André gera 650 toneladas de lixo por dia e a vida útil do aterro municipal está estimada em oito anos.

O total que poderia não seguir para o aterro corresponde ao lixo coletado em uma cidade de 162 mil habitantes, por exemplo. É como se o material descartado por toda população de São Caetano do Sul, mais o produzido por cerca de um terço dos moradores de Rio Grande da Serra, ambas no ABC, fosse para o aterro andreense.

Este é um dos resultados do estudo gravimétrico, encomendado pelo Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), para saber o que há no lixo orgânico coletado na cidade. A análise faz um raio-x minucioso no lixo comum recolhido ao aterro de Santo André e, para o município, significa um instrumento para nortear as ações do Semasa em relação à gestão dos resíduos sólidos. O último estudo gravimétrico de Santo André havia sido realizado em 2008.

Segundo o estudo, apenas 50,81% do material descartado corresponde a lixo orgânico (alimentos e produtos sanitários). O restante (49,19%) mistura o lixo seco a outros materiais, como tecido, madeira, entulho e resíduos tecnológicos, que poderiam ter um descarte diferenciado pela população.

O índice é menor do que em 2008, quando o aterro de Santo André recebia 56,25% de lixo orgânico. A constatação pode demonstrar uma redução na mobilização da população para separar o lixo seco. Santo André tem coleta porta a porta de lixo seco, destinado à reciclagem, há 15 anos.

Na mistura de matéria orgânica, o principal material encontrado é o plástico (15,26%), ou quase 99 toneladas diárias. A boa notícia é que houve uma queda da sua presença no lixo úmido em comparação com 2008 (18,57%).

O segundo material mais encontrado com o lixo comum é o papelão (7,13%), seguido pelo tecido e roupas em geral (6,20%).
Pela primeira vez, o Semasa separou as fraldas do material orgânico. Produto composto basicamente por plástico, as fraldas correspondem hoje a 4,97% do lixo levado ao Aterro Sanitário de Santo André, ou cerca de 32 toneladas por dia.

RAIO-X DO LIXO EM SANTO ANDRÉ EM TRÊS MOMENTOS
Principais materiais encontrados
MATERIAL/ANO 2006 2008 2013
Matéria orgânica* 49,9 56,25 50,81
SECOS
Plásticos 31,47 18,57 15,26
Papelão 2,58% 4,13 7,13
Tecido 3,82 4,26 6,2
Papel branco 4,97 8,55 1,89
Alumínio 0,46 0,41 1,21
Tetrapack 1,18 1,5 1,2
Vidro 0,47 1,07 1,15
Borracha 0,13 0,66 0,93
Madeira processada 0,13 0,76 0,78
Metal 0,58 1,05 0,51
Isopor 0,27 0,45 0,35
Madeira natural 0,71 0,13 0,09
VERMELHO – Aumento de incidência
AZUL – Redução de incidência
* fraldas foram contabilizadas à parte pela primeira vez em 2013 e representam 4,97% do lixo coletado. Antes, elas eram contabilizadas junto com a matéria orgânica.

Números da coleta do lixo úmido em Santo André

0,96 kg/hab/dia

650 toneladas/dia

162,5 toneladas/dia poderiam ser reaproveitadas

50,81% orgânico

49,19% não orgânico

8 anos – vida útil estimada do aterro municipal

ImprimirGerar PDFEnvie para um amigo

NOTÍCIAS

Moeda Verde e Moeda Pet chegam às comunidades Lamartine, Eucaliptos e Vila Sá

23/01/2023: Moeda Verde e Moeda Pet chegam às comunidades Lamartine, Eucaliptos e Vila Sá

Trocas conjuntas ocorrerão a cada dois meses Santo André, 23 de janeiro de 2023 – Como parte do processo de expansão do Moeda Pet, nos próximos dias 25 (quarta-feira), 26 (quinta-feira) e 31/1 (terça-feira), a Prefeitura de Santo André, em parceria com o Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), inicia as trocas conjuntas do Moeda Verde e Moeda Pet nos núcleos Lamartine, Eucaliptos e Vila Sá – respectivamente. Nestes locais, o Moeda Verde já acontece regularmente,...

Semasa retoma visitas ao Aterro Sanitário de Santo André

19/01/2023: Semasa retoma visitas ao Aterro Sanitário de Santo André

Agenda está aberta para todos os segmentos da sociedade Santo André, 19 de janeiro de 2023 – Um dos principais equipamentos de sensibilização ambiental sobre temáticas de resíduos sólidos, o Aterro Sanitário de Santo André retomou a agenda de 2023 para visitas monitoradas ao espaço. Administrado pelo Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), o complexo do Centro de Tratamento de Resíduos abriga as cooperativas de reciclagem, o ecoponto especial para recolhimento de pneus, as lagoas de...

Comunidades Tamarutaca e Pintassilva recebem Moeda Pet e Moeda Verde nesta semana

16/01/2023: Comunidades Tamarutaca e Pintassilva recebem Moeda Pet e Moeda Verde nesta semana

Primeira ação conjunta nesses locais ocorrem, respectivamente, nos dias 18 e 20 de janeiro, das 13h30 às 14h30 Santo André, 16 de janeiro de 2022 – A Prefeitura de Santo André, com o apoio do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), segue levando o programa Moeda Pet para mais locais, com o objetivo de ampliar o número de famílias que têm a oportunidade de trocar garrafas PET por ração para cães e gatos.   Nesta quarta-feira...

Homem é preso por vandalismo e furto em ecoponto de Santo André

11/01/2023: Homem é preso por vandalismo e furto em ecoponto de Santo André

Indivíduo foi pego em flagrante na madrugada desta quarta na Estação de Coleta Ana Maria   Santo André, 11 de janeiro de 2023 – Um homem foi preso em flagrante pela PM (Polícia Militar) cometendo vandalismo e furto na Estação de Coleta Ana Maria, localizada na Avenida Cândido Camargo, no Jardim Ana Maria, em Santo André. O crime contra o patrimônio público ocorreu durante a madrugada desta quarta-feira (11) e o responsável foi conduzido à delegacia, onde foi lavrado...